Você sabia? Protagonista de Amores Verdadeiros interpretou Floribella no México

Atriz interpreta a patricinha Nicole na nova novela do SBT

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A estreia de Amores Verdadeiros, exibida na noite de ontem (segunda-feira, 8), revelou ao público dos folhetins mexicanos do SBT um rosto até então praticamente desconhecido: o de Eiza González. Intérprete da patricinha Nicole na trama produzida em 2012, a jovem faz seu debute na TV aberta brasileira.

A forma como Eiza começou sua carreira na telinha, entretanto, tem tudo a ver com o Brasil. Em 2007, ela foi escolhida pelo produtor Pedro Damián – o mesmo de Rebelde (2004-2006) – para protagonizar sua novela Lola, Érase Una Vez (Lola, Era Uma Vez), inspirada na mesma obra argentina (Floricienta) que gerou Floribella, sucesso infanto-juvenil atualmente em reprise pela Band.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eiza González e Aarón Díaz na novela Lola, Érase Una Vez (Divulgação / Televisa)

Então com apenas 17 anos de idade, González foi encarregada de dar vida à cantora Lola, correspondente à Maria Flor (Juliana Silveira) da versão brasileira. Órfã de mãe, ela acabava contratada como babá dos cinco irmãos mais novos do empresário alemão Alexander von Ferdinand – interpretado por Aarón Díaz, o Ricardo de Betty, a Feia em Nova York, e equivalente a Frederico Fritzenwalden (Roger Gobeth).

O mais curioso é que, no remake mexicano, Lola teve mais sorte que sua precursora tupiniquim. Enquanto Flor teve que chorar a morte de seu amado Fred ao fim da primeira temporada de Floribella – ganhando, porém, um novo par romântico na segunda fase, o conde Máximo (Mário Frias) -, Lola e Alexander tiveram seu merecido final feliz ao fim do remake da Televisa, encerrado com apenas um ciclo.

Abaixo, confira a abertura de Lola, Érase Una Vez:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio