VALE A PENA

Rodrigo de Mulheres Apaixonadas, Leonardo Miggiorin relembra quase acidente nos bastidores da novela: “Quase joguei um carro da BMW no barranco”

Ator também recordou a sua parceria com a atriz Pitty Webo na obra de Manoel Carlos

Publicado em 27/05/2023

O ator Leonardo Miggiorin, de 41 anos, que interpretou o papel de Rodrigo na novela Mulheres Apaixonadas (2003), relembrou o seu personagem na obra de Manoel Carlos e celebrou a nova reprise no Vale a Pena Ver de Novo. Em entrevista à Caras, o artista falou sobre a sua parceria com a atriz Pitty Webo na história e revelou que quase se envolveu em um acidente durante uma gravação.

“Eu quase joguei um carro da BMW barranco abaixo. Eu derrubei a Carolina Dieckmann de moto, uma BMW também. No dia que eu fui gravar a cena do caixão do primeiro capítulo, descobri que a maquiadora que primeiro me recebeu em Flora Encantada – o primeiro projeto que eu fiz na Globo, antes de Presença de Anita – [tinha morrido]”, contou o ator.

Leonardo Miggiorin também falou sobre o baque pessoal que levou no início da novela, quando recebeu a notícia da morte da maquiadora de longa data dos bastidores da TV Globo.

“A Lia era maquiadora na Globo e me acolheu. Ela era uma mãe para mim dentro da TV Globo nos anos de 1999, 2000 e 2001. Em 2003, quando voltei para fazer Mulheres Apaixonadas, ela tinha falecido. E eu soube disso no dia em que fui gravar a morte da minha mãe no caixão. De alguma forma, é trágico, mas são as questões da vida, que está sempre permando o nosso trabalho. A gente entra em cena com a nossa vida, não entra só com uma imagem. A nossa história toda está junto”, relembrou ele.

Rodrigo (Leonardo Miggiorin) em Mulheres Apaixonadas
Rodrigo Leonardo Miggiorin em Mulheres Apaixonadas ReproduçãoTV Globo

Por fim, o artista relembrou a sua parceria com Pitty Webo, que fazia o papel de sua irmã na história de Manoel Carlos, e revelou que mantém contato com os atores da trama até os dias de hoje.

“Eu tenho um vínculo grande com ela. Éramos uma duplinha, a gente gravava muito juntos. Também tinha esse vínculo com o José Mayer, que veio de Presença de Anita e passou para essa rivalidade, nós dois gravando ali, sempre juntos. Mas Pitty Webbo é meu xodó. Conheci amigos de longa data naquela época”, completou Leonardo Miggiorin.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade