PROGRAMAÇÃO

Globo Repórter explora as belezas do rio das Cataratas do Iguaçu

Episódio também abordará as curiosidades das plantações às suas margens e também no Parque Nacional do Iguaçu

Publicado em 25/04/2024

Nesta sexta-feira (26), o Globo Repórter percorre o Rio Iguaçu além das cataratas, e mostra como a natureza consegue sozinha reduzir a poluição e revela os poderes e curiosidades das plantações às suas margens e também no Parque Nacional do Iguaçu. O programa é uma coprodução com a RPC, afiliada no Paraná, com reportagens de Dulcineia Novaes e Anna Zimmerman e será exibido após o capítulo da novela Renascer.

Em uma viagem cheia de descobertas, a equipe de reportagem percorre um dos trechos menos conhecidos do rio, cheio de corredeiras e mostra como as quedas d’água ajudam a devolver a vida ao rio, que nasce muito poluído na periferia de Curitiba. Junto a uma equipe de rafting, em um trecho cheio de corredeiras, a repórter Anna Zimmerman percorre, por três dias, trechos do rio a remo e, no caminho, se depara com lixo nas margens, mas também com uma vasta vegetação. No percurso, ela chega ao Salto Caiacanga, que fica a 10 metros de altura e é onde acontece a limpeza da água de forma natural, pela força das próprias corredeiras. 

Em Capanema, cidade vizinha do Parque Nacional do Iguaçu, a repórter Dulcineia Novaes conhece um produtor de melado de cana que conquistou o selo de indicação geográfica e agora quer provar que o mel de floradas do parque Iguaçu também tem características únicas. A fábrica da família do produtor Gilberto Haas produz, atualmente, cerca de 15 toneladas de melado e de açúcar mascavo por mês. 

Na época da colonização, a cidade do Paraná tinha a maior mata de araucárias do planeta, mas a extração indiscriminada desta madeira fez com que a araucárias quase desaparecessem. Hoje, pesquisas leis e iniciativas tentam proteger o pinheiro do Paraná, mas ele continua sendo uma das espécies mais ameaçadas da Mata Atlântica. Em Mangueirinha, indígenas guaranis e caingangues se unem em uma reserva que abriga uma das maiores florestas de araucárias do mundo. O Globo Repórter mostra as pesquisas que buscam preservar o pinheiro do Paraná explorando os pinhões.

Nas cataratas, sob a luz da lua cheia, a equipe testemunha um fenômeno raro: o arco-íris noturno. O programa ainda conhece um casal que transformou as próprias terras em reserva da natureza e saboreia a erva-mate que cresce às margens do Iguaçu.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade