Quem foram os gringos que invadiram as últimas edições do BBB?

Estrangeiros são figuras recorrentes na casa mais vigiada do Brasil

Publicado há 3 dias
Por Camile Brito
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A menos de 15 dias para a estreia da 21ª edição do Big Brother Brasil, hoje, iremos relembrar quem foram os oito gringos que trouxeram charme, beleza e nova cultura aos participantes brasileiros, e claro, a nós, telespectadores.

Serginho

A primeira edição do BBB aconteceu em 2002 e com ele tivemos a presença de Serginho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nascido na Angola, porém, criado na França, o franco-angolano junto a Vanessa Pascale, formaram o primeiro casal da casa mais vigiada do Brasil.

Porém, nem só de romance Serginho viveu, acontece que dias após entrar na casa, ele foi denunciado por estar ilegalmente no país. Entretanto, seu advogado conseguiu a liberação para o programa.

Serginho participou de um único paredão, mas foi o suficiente para eliminá-lo ao 62º dia de confinamento com 52% dos votos.

Antonella Avellaneda

Ainda bem que a rivalidade Brasil x Argentina fica apenas nos gramados, porque assim, em 2004, a gente pôde conviver com a incrível Antonela, mesmo que por pouco tempo.

Eliminada com 29 dias, a musa trocou a Argentina por São Paulo, após se formar em recursos humanos. Foi capa duas vezes da revista Playboy e hoje, esbanja sensualidade e carisma no Instagram.

Pablo Espósito

Rei das polêmicas, Pablo Espósito, foi mais um argentino em terras brasileiras, porém como intercambista, ficando com a gente por uma semana. Tempo suficiente pra fazer história.

Além da sua ousadia em tomar banho pelado, o argentino ainda tentou conquistar Carolini Honório, mas sem sucesso. Voltou para a Argentina e hoje é corretor de imóveis.

Pablo Esposito (Reprodução G1)

Ricco

Quem não se lembra do riso gostoso e sincero do angolano Ricardo Venâncio? Ricco, participou da edição do BBB em 2019 também como intercambista, após vencer o Big Brother África.

Ricco Angolano (Reprodução Blasting News)

Noemi Merino

Vinda da Espanha, Noemi também causou polêmica. Na 12ª edição do BBB, a sister também gostava de tomar banho nua. A justificativa era que assim havia mais higiene.

Será que foi esse empoderamento todo que fez a espanhola conquistar o coração de Fael?

Elettra

Em 2017, foi a vez da italiana Elettra dar as boas-vindas aos participantes brasileiros do Big Brother Brasil.

A sister ficou famosa por ter se apaixonado pelo apresentador Tiago Leifert e também por ser neta do fundador da Lamborghini. Em 2018, voltou ao Brasil para lançar sua carreira de cantora.

Kaysar

Se você assistiu “Órfãos da Terra”, com certeza deve se lembrar do carismático Kaysar. Refugiado da guerra civil Síria, conquistou a todos nós com a sua única vontade: trazer a família para o Brasil.

Kaysar foi o segundo colocado do BBB 18, mas a maior vitória foi a vinda da sua família meses depois.

Tarzan

Chegamos a 19ª edição do Big Brother Brasil e é claro que não podíamos esquecer  do italiano, Alberto Mazzetti, o Tarzan.

Vindo da Itália como intercambista, o brother ficou seis dias e arrancou suspiros da mulherada. Entretanto, aquela que roubou seu coração foi a sister Rizzia.

Depois dessa retrospectiva, com certeza estamos mais ansiosos para a próxima edição do BBB que estreia no dia 25 de Janeiro. Quem será o próximo gringo que roubará nossos corações? 

A cobertura completa do BBB21 você confere no Observatório da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio