Programa do Ratinho enfrenta queda de audiência no SBT

Atração de Carlos Massa perdeu público em 2020

Publicado há 3 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Programa do Ratinho, do SBT, que por anos foi a pedra no sapato da linha de shows da Record TV, tem visto a sua audiência encolher. A atração pilotada por Carlos Massa vem registrando, em 2020, sua pior audiência desde 2013.

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, o Programa do Ratinho, até o último mês de setembro, registra média de 6,6 pontos no Kantar Ibope este ano. O jornalista afirmou que se trata da pior audiência do programa desde o ano de 2013, quando fechou com 6,4 pontos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Programa do Ratinho está no ar no SBT desde 1998, mas teve um hiato de dois anos neste período. A atração saiu do ar em 2006, retornando à grade do canal em 2009, num novo formato e à tarde. Foi uma estreia tímida, mas, mesmo assim, o Programa do Ratinho demonstrou potencial para voos mais altos, retornando ao horário nobre a partir de 2010.

De lá para cá, a atração foi moldando o seu formato, apostando em quadros que se revezam ao longo da semana, como o Dez ou Mil, Boteco do Ratinho e Cortina Premiada, além do famigerado DNA. Assim, foi ganhando musculatura e sua audiência foi crescendo.

Logo, o programa, que registrou média de 4,4 pontos em 2010, saltou para 9,4 pontos em 2018. Com isso, tornou-se um dos maiores sucessos do SBT, e brecou vários investimentos da Record TV no horário nobre, como os programas de Xuxa Meneghel e Gugu Liberato. Tanto que a Record chegou a cogitar dar um programa nos mesmos moldes, e no mesmo horário, a Geraldo Luís. Não aconteceu porque Geraldo recusou.

No entanto, em 2020, Programa do Ratinho começa a demonstrar sinais de cansaço. A pandemia obrigou a atração a apostar em reprises, o que permitiu o avanço da Record TV. Mas vale lembrar que o programa já vinha numa curva decrescente: se em 2018, anotou 9,4, em 2019 sua média recuou para 8,7. Ou seja, além da pandemia, o programa parece sofrer de um desgaste natural da fórmula.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio