Por conta da pandemia, atriz interpreta 10 personagens diferentes em Salve-se Quem Puder

Fase inédita do folhetim estreou no dia 17

Publicado em 5/25/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde o dia 17, o público tem acompanhado a fase final da novela Salve-se Quem Puder, que foi gravada durante a pandemia de coronavírus. Entre as medidas para que isso fosse possível, está a redução no número de envolvidos. Com isso, atores tiveram que acumular personagens, como é o caso de Cris Probba.

Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, do Jornal O Globo, a artista fez mais de 10 participações na trama, como voluntária de ONG e juíza. Além de atriz, ela também é policial civil e trabalha numa delegacia na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu gravava quase todos os dias, durante cinco meses. Mudava o cabelo sempre. Fazia de cabelo preso, solto, óculos, com roupa de ginástica, roupa elegante… Transitei em muitos núcleos e ajudei a contar a história de várias maneiras”, contou Cris Probba.

Ela também falou sobre suas duas profissões. “Em ambas lido com vidas e histórias. Para mim não são trabalhos distantes, e sim complementares. Na arte tento trazer tudo isso que eu aprendo na vida. No teatro, você reproduz as dores, alegrias e tragédias humanas. E nada como beber dessa fonte. Por mais doloridas que sejam as histórias. Eu procuro não julgar ninguém, não é o meu papel.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio