Patrícia Abravanel revela que pediu para ser atriz em novela no SBT e fala sobre trabalhar com pai

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Patrícia Abravanel foi uma das convidas para a estreia da nova temporada do programa Lady Night. O talk show é apresentado pelo humorista Tatá Werneck no canal Multishow. Durante a gravação, a filha de Silvio Santos, revelou afinal, que tem vontade de participar de uma das novelas da emissora.

Em suma, as novelas do SBT são escritas por sua mãe, Íris Abravanel. “Já pedi para a minha mãe escrever um papel nas novelas dela para mim”, contou Patrícia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Patrícia também contou pra Tatá com o é trabalhar com o pai. “Ele se intromete de um jeito bom. Ele tem 86 anos, né. Tem muita coisa pra passar.”, afirmou a apresentadora, que logo depois falou sobre as últimas polêmicas de Silvio. “Fico nervosa com as besteiras que ele tem falado.”

Leia também: Tatá Werneck e Eduardo Sterblitch vão estrelar nova série da Globo

Patrícia Abravanel entrega que família tenta diminuir o ritmo de trabalho de Silvio Santos: “Às vezes ele vira robô”

Recentemente, Patrícia Abravanel participou do Programa Amaury Jr. Durante o bate papo, a apresentadora revelou que a família tentar diminuir o ritmo de trabalho de Silvio Santos, seu pai.

Leia: Silvio Santos alerta Patrícia Abravanel sobre marido: “Ele tem três casas”

“A gente fala, porque acho que aqui às vezes ele vira um robô. É muito maçante”, afirmou a estrela, mas que elogiou o pai quando está de férias. “A gente gosta do paizão que ele é em Orlando [Estados Unidos]. Ele fica lá dois, três meses. No Brasil durante o ano ele grava dia sim, dia não. Acho que é uma rotina meio robô mesmo”, ponderou a artista.

Com relação à possível aposentadoria do dono do SBT, a comunicadora relembrou que o empresário falava em parar de trabalhar aos 70 anos. “Hoje em dia, ele não fala mais. Sabe que não vai parar nunca. Ele vai diminuir, mas parar não”, concluiu Patrícia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio