Oscar Magrini revela existência de “quartinho do pó e do c*” na Rede Globo

Ator estreou na Globo na novela Deus Nos Acuda

Publicado há 2 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Maria Zilda Bethlem mais uma vez deu o que falar com suas lives nas redes sociais ao lado de colegas de trabalho. Desta vez, o convidado foi o ator Oscar Magrini, que atualmente está na Record TV, participando das gravações da próxima novela bíblica da casa, Gênesis.

O ponto alto do bate papo entre os dois se deu quando Magrini relatou uma conversa que teria tido com a saudosa atriz Cleyde Yáconis (1923-2013), a quem teria sido apresentado por um amigo em comum, antes de sua estreia na emissora da família Marinho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Meu amigo falou: ‘Cleyde, ele quer fazer novela na Globo’. Aí ela me olhou e falou assim: ‘para entrar, você precisa participar do quartinho do PC’. Eu falei: ‘PC? Quem é?’ Ela respondeu: ‘É o quartinho do pó e do c*’. Você cheira?’ ‘Não!’ ‘Você dá o c*?’ Eu falei que não. ‘Então não vai entrar.’ Isso a dona Cleyde Yáconis, uma senhora!“, detalhou Magrini.

O inusitado diálogo, segundo o ator, teria acontecido em 1988, quando ele tinha 27 anos e Yáconis, 65. Oscar só viria a fazer seu debute na Globo quatro anos depois, quando interpretou Marco em Deus Nos Acuda.

Maria Zilda, por sua vez, não pareceu nada espantada com o relato do colega. “Eu sei muito bem como aquilo funcionava, fui casada com diretor [da Globo]. Não é teste do sofá, não. É teste do c*“, disparou a artista de 67 anos, citando o período em que foi esposa do diretor Roberto Talma, entre 1974 e 1983.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio