Orgulho e Paixão: Julieta e Barão admitem admiração um pelo outro

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Julieta (Gabriela Duarte) está feliz da vida com o seu momento atual. A Rainha do Café resolveu todas as divergências com seu filho Camilo (Maurício Destri) e, também, se casou com Aurélio (Marcelo Faria). Além disso, nos próximos capítulos, ela vai ter uma conversa com Barão (Ary Fontoura), seu grande rival no passado, sobre a admiração que um tem por ele. Confira.

“O senhor sabe se o cartório aceita contratos que não estejam em papel timbrado, eu…”, falará Julieta. “Tenha a santa paciência! Que pessoa trabalha no dia de seu casamento?!”, perguntará Barão, cortando-a. “Vim pegar minha máscara e acabei lembrando… O senhor tem toda razão. E então, o que lhe parece?”, perguntará ela, ao vestir a máscara.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Roberval perde a paciência e expulsa Rochelle de casa, em Segundo Sol, na Globo

“Uma camaleoa. Uma mulher de muitas faces. Nunca sei qual é a que está à minha espreita!”, responderá o avô de Ema. “O senhor acabou de me lembrar que é minha festa de casamento. Vai me dar uma trégua hoje, não vai, Barão?”, questionará a Rainha do Café. “E que graça vai ter sua vida se assim for? Ou vai negar que sempre fui uma bela pedra pontuda no seu sapato bico fino?”, perguntará.

Julieta fala como enxerga o Barão

“Não por ser ranheta, tinhoso, rabugento. E sim por ser o Barão do Ouro Verde, meu maior e melhor concorrente!”. “Achei que me visse como um perdedor falido”. “Escolho bem minhas batalhas, Barão. Prezo e estimo os grandes adversários. Dos medíocres só me ocupo quando tenho que me defender”.

“Já que está dizendo, se tive que perder meu império… Também considero melhor que tenha sido para a senhora, a mais brilhante de todos os senhores do café com quem já negociei. E devo admitir que se vivo hoje a fase mais plena de minha vida, foi porque a rainha me botou nesse lugar. Eu já desejei vê-la empalhada na parede. Agora, tudo que quero é que seja longeva e feliz como eu. Para dar muitas alegrias ao meu filho. E a essa cidade, que merece braços fortes como os nossos”.

Julieta, então, se mostrará comovida, tirará uma rosa de seu jarro, beijará e estenderá para ele. Barão pegará, quebrará o talo e colocará a flor na lapela. “Acha que fico bem assim?”, perguntará ele, tocado. “Tão formoso que faço questão de chegar com meu sogro no salão. O senhor me dá essa honra?”, perguntará, ganhando o consentimento dela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais