O Tempo Não Para: Sem saída, Teófilo planeja a morte de Barão: “Estou desesperado”

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Teófilo (Kiko Mascarenhas) ficará fora de si ao ouvir da boca de Barão (Rui Ricardo Dias) que ele irá matar quem está desviando o seu dinheiro. Todavia, o congelado é esse sujeito.

Sem saída, o guardador de livros de Dom Sabino (Edson Celulari), pedirá a Menelau (David Junior), que mate Barão. “Aconteceu alguma coisa?”, perguntará o ex-escravo. “Não, ainda não… Mas vai! Menelau… Preciso falar com você. Mal preguei os olhos a noite toda. Por tudo que há de mais sagrado. Preciso dos seus músculos, do seu braço forte e impiedoso. Preciso que você dê fim num homem por mim!”, indagará o esperto do século retrasado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Menelau se esquivará da proposta. “Não! Isso nunca! Não vou dar fim em home nenhum!”, concluirá Menelau, com segurança na fala. Mas Teófilo ficará sem reação ao ouvir a negativa do amigo. “Menelau… Estou desesperado”, dirá.

“Você é a minha última esperança. O motivo é nobre. Eu acabei por desviar fundos do meu patrão. Pouca coisa, eu diria, diante das altas somas com as quais ele lida. Não imaginei que ele fosse descobrir o rombo. E agora ele quer acabar com a vida de quem o enganou… Estou com a corda no pescoço”, concluirá Teófilo.

Leia mais: O Tempo Não Para: Betina encomenda veneno para matar Marocas

Menelau faz proposta para Teófilo

Menelau revelará para ao companheiro que não é um assassino de aluguel. “Teófilo… Nem no passado nunca que eu tirei a vida de ninguém sem ter um bom motivo… E é merecido… Quem merece a forca é você mesmo. Onde já se viu? Roubando de quem lhe dá o pão. Nóis faz o seguinte. Vou eu mais ocê até o seu patrão. Eu fico do seu lado enquanto ocê confessa o roubo. Não vou deixar ele lhe fazer mal. Se ele quiser justiçar a sua pessoa, que é o direito dele. Vou interceder, pedir que seja uma morte rápida, nada de arrancar os seus oio ou as orelha”, sentenciará o homem bom.

Mas Teófilo se esquivará da proposta, já que morre de medo de Barão. “Por favor, eu imploro. Sou ainda muito jovem para morrer. Tenho a vida inteira pela frente. Quero viver mais cem anos! Não! Se isso é tudo que você tem em mente para ajudar-me… pode preparar a minha cova, Menelau… já sou um homem morto”, concluirá Teófilo, agoniado.

Mas o que eles não sabem, entretanto, é que a fortuna desviada de Barão por Teófilo está na casa de Cecílio (Maicon Rodrigues), já que o ex-escravo pegou o colchão que Januza iria queimar. Colchão esse que Teófilo guardava o dinheiro desviado do cafofo do filho de Eliseu (Milton Gonçalves).

Leia mais: O Tempo Não Para: Dona Agustina e Dom Sabino assinam a papelada do divórcio: “Tudo permanecerá para sempre em nossas lembranças”

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio