O Tempo Não Para: Betina é destituída da Samvita: “Eu jamais vou me desligar da empresa que eu ajudei a construir”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Betina (Cleo) irá provar do próprio veneno; a ex de Samuca (Nicolas Prattes) e sócia da Samvita, será afastada da empresa no qual ajudou a construir para se tratar, já que vem tendo ataques de fúria constantemente. Nem seu trunfo será aceito: o de colocar Emílio (João Baldasserini) em seu lugar, pois o conselho de acionistas da empresa não aprovará a nova troca. “Eu jamais vou me desligar da empresa que eu ajudei a construir”, relatará Betina para Vanda (Lucy Ramos). “A diretoria da Samvita não reconhece o Emílio como executivo da empresa. A partir desse momento, você fica avisada. Pelo seu comportamento, que foi gravado pelas câmeras de segurança… pelas suas atitudes intempestivas, você vai ser afastada de suas funções… E a sua decisão de empossar o Emílio vai ser questionada”, pontuará a advogada da Samvita.

Leia também: Marocas tira satisfação com Betina após ‘boa noite, Cinderela’

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Betina na rua

Carmen relatará para a sua ex nora, que ela não perderá nada, pois todos os seus direitos serão resguardados. “Todos os seus direitos estão resguardados, Betina. Você vai receber os seus dividendos, a sua participação nos lucros da Samvita, mas o Emílio não vai trabalhar aqui”, sentenciará a mãe de Samuel e sócia majoritária da Samvita. “Eu faço o que quiser com as minhas ações”, responderá Betina em seguida. “Sim, mas não faz o que quer com a empresa. Betina, você está sendo destituída de suas funcões. Emílio, tchau”, finalizará Carmen. Emílio e Betina serão expulsos da empresa por dois seguranças. Betina sairá do local quebrando tudo.

Leia também: Marino flagra traição de Monalisa

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio