No Programa do Porchat, Maurício Manfrini, fala sobre humor e o sequestro do qual foi vítima em 2016

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há humoristas que passam a ser conhecidos pelo grande público graças a seus personagens. É o caso, por exemplo, de Maurício Manfrini, que dá vida a Paulinho Gogó, um dos destaques em “A Praça É Nossa”. Convidado por Fábio Porchat para se sentar no sofá do Programa do Porchat que vai ao ar hoje, dia 21/03, o artista comenta que não se preocupa em saber que será lembrado por uma de suas criações.

“Para mim, tudo bem ser ator de um personagem só. O Ronald Golias me falou que o ideal é ter um personagem que seja verdadeiro”, confessa. Manfrini também fala sobre a experiência de ter feito um filme – ele é o protagonista da comédia nacional “Os Farofeiros”, em cartaz nos cinemas brasileiros – e relembra a sua trajetória profissional, que inclui trabalhos ao lado de nomes como Chico Anysio. Ele também comenta o sequestro que sofreu em 2016 no Rio de Janeiro. Por conta do triste acontecimento, ele decidiu ir morar em um sítio, no meio do mato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Johnny Massaro fala sobre bastidores de Deus Salve o Rei: “Bem agitado”

Fernanda Abreu no Programa do Porchat (Divulgação/ Record TV)

Quem também fala sobre o caos da segurança pública na capital fluminense é a cantora Fernanda Abreu, a outra convidada do talk show. Ela está em turnê com o disco “Amor Geral”, que aborda temas como tolerância e respeito.

Ela confessa que, com este trabalho, terá a oportunidade de conhecer melhor a periferia de São Paulo, uma vez que tem agendada uma série de shows em bairros mais afastados do centro da capital paulista. No palco, ela canta seu principal hit, “Rio 40 Graus”, que tem bastante influência do funk carioca.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio