Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

No Conversa com Bial, Pabllo Vittar fala sobre estar conhecendo alguém

Publicado em 22/11/2018
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A convidada do programa Conversa com Bial na última quarta-feira (21), Pabllo Vittar contou diversas curiosidades sobre a sua carreira, vida pessoal e revelou que está conhecendo alguém. “Saí do meu show e conheci uma pessoa. Não beijei, nem nada. Só fiquei encantada. Falei para as minhas amigas que estava ficando apaixonada”, contou a cantora que logo depois pediu para os fãs torcerem por ela.

Leia também: Pabllo Vittar ganha selinho durante gravação do Conversa com Bial

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Ao ser perguntada se teria um relacionamento com um fã, Pabllo afirmou que não é uma boa ideia. “Uma vez fiquei, a gente se beijando e ele perguntou quando era o próximo single, como era a montação, qual era o próximo clipe. Não dá”, disse Pabllo, que em seguida criticou as fake news sobre sair do país. “Meus amores, não vou sair do Brasil, nenhum negro vai voltar para a senzala e nenhum gay para o armário. Foi a chamada fake news, acham que muita coisa que está na internet é verdade”, completou.

Conversa com Bial: Mayanna Rodrigues e Clarice Falcão falam sobre pornografia feminina

Conversa com Bial da próxima quinta-feira (15), levanta o debate sobre a chamada pornografia feminina e todos os seus desdobramentos. A diretora e atriz pornô, Mayanna Rodrigues, e a cantora e atriz, Clarice Falcão, comentam sobre o tema. O programa começa após o Jornal da Globo.

Mayanna Rodrigues se destaca pelo trabalho no mercado erótico apenas com mulheres em sua equipe. Desde 2009, ela busca pela pornografia alternativa, com uma visão mais artística, e hoje é referência na cena.

“Antigamente, o pornô era feito de homens para homens. As mulheres não se identificavam com o que viam ali. Então a busca era menor”, comenta a diretora.

Um dos maiores sites do meio revelou que, em 2017, a busca pela pornografia feminina cresceu 359%. Mayanna explica o motivo. “Quando aconteceu esse movimento de mulheres na direção, produção e roteiro, automaticamente o consumo do público feminino cresceu. Isso é natural. Não tem uma regra de como deve ser o sexo. Mas tem uma estética dentro do conceito para que a pessoa veja e se identifique”, diz.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....