Museu da TV pode começar a ganhar forma nos próximos meses

Elmo Francfort lançou o coletivo Museu da TV, Rádio e Cinema

Publicado em 23/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os fãs da história da televisão no Brasil sempre sentiram falta de uma coisa muito importante, um museu dedicado para contar essa história para as futuras gerações e a quem mais interessar.

De acordo com a newsletter Toda Tela, por Italo Bertão Filho, depois de duas décadas sendo planejado, o museu da televisão brasileira deve ser tornar uma realidade em breve. Tudo tem acontecido através de Elmo Francfort, curador do projeto, radialista, consultor e professor universitário.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, ele lançou o coletivo Museu da TV, Rádio e Cinema, esperando dar continuidade ao grande sonho da atriz Vida Alves, que pediu pela existência do museu desde 1995. A associação Pró-TV, criada por ela no mesmo ano e que presidiu até 2017, quando faleceu, acabou sendo encerrada em 2021 sob o comando de Thais Alves, filha de Vida, por conta da pandemia.

Porém, o projeto do museu continua com Elmo que atualmente lidera o coletivo Museu da TV, que deve nascer com um acervo de mais de 100 mil peças. Ainda segundo o Toda Tela, parte desse material faz parte do arquivo deixado pela Pró-TV, incluindo o item mais valioso que é a primeira câmera de TV do Brasil, da RCA Victor, utilizada na inauguração do veículo no país em 18 de setembro de 1950.

Entre os materiais, existem vários tipos de equipamentos como televisores, refletores e microfones – a maior parte deles pertenceu à antiga TV Tupi -, roteiros, programas, telenovelas, figurinos e muitas fotos de bastidores.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio