Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
luto

Morre, aos 98 anos, a escritora Lygia Fagundes Telles

De sua autoria, Ciranda de Pedra foi adaptada para a televisão em 1986, pela TV Globo

Publicado em 03/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Ícone da literatura brasileira, a escritora Lygia Fagundes Telles faleceu aos 98 anos em São Paulo. De acordo com Juarez Neto, da Academia Brasileira de Letras (ABL), ela morreu em casa, em razões de causas naturais, como noticiou o G1.

Lýgia era a quarta ocupante da Cadeira nº 16 da ABL. Ela foi eleita em outubro de 1985 para ocupar o cargo que era de Pedro Calmon. Ao longo de sua carreira, conquistou vários prêmios como Camões (2005), e o Jabuti (1966, 1974 e 2001). 

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Nascida em 1923, Lygia se tornou uma das grandes referências do pós-modernismo. Suas obras abordam temas como a morte, o amor, o medo e a loucura, além da fantasia. Para a acadêmica, Ciranda de Pedra (1954) foi marco inicial de suas obras completas.

Ciranda de Pedra foi adaptada para a televisão em 1986, pela TV Globo, em formato de novela assinada por Teixeira Filho, e teve Eva Wilma e Lucélia Santos nos papéis principais. O folhetim é considerado uma das mais belas novelas do horário já apresentadas pela Globo e nunca foi reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo.

Em 2008, o autor Alcides Nogueira adaptou novamente o romance para a faixa das seis, o que resultou em uma novela bem diferente da primeira versão. Ana Paula Arósio, Marcello Antony e Daniel Dantas fizeram parte do elenco.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....