K1 de Malhação, Talita Younan diz que recebeu histórias de assédio: “Mais de mil”

A famosa diz ter sido surpreendida pela temática com a personagem

Publicado há um mês
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ar como a K1 de Malhação: Viva a Diferença, Talita Younan teve o desafio de interpretar uma personagem que passa a ser assediada sexualmente pelo padrasto. Em entrevista à jornalista Yasmin Setubal, do Extra, a famosa disse nunca ter sofrido nada parecido.

“Mas acredito que toda mulher já sofreu algum tipo de assédio moral. É aquele episódio de você passar num lugar cheio de homens, e eles ficarem mexendo com você. Isso já aconteceu muito. Usando roupa curta também, a gente ouve palavras ofensivas”, afirmou a estrela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A artista contou também que os telespectadores passaram a enviar relatos de situações parecidas com a que a estudante viveu. “Recebi mais de mil histórias contando que foram assediadas pelo padrasto, pelo avô, pelo vizinho. É mais comum do que a gente pensa”, lamentou.

“Nunca imaginei que a K1 fosse viver isso. Para mim também foi uma surpresa quando recebi os textos em que dizia que ela iria aparecer diferente. No começo, eu achava que ela só ia fazer o papel da vilã. Mas foi muito intenso e muito especial”, disse a atriz,

“Por ser um assunto delicado e por estarmos falando com jovens, na sua maior parte do público, foi muito importante para poder ajudar também, passar informação. Muitas pessoas que sofreram assédio vieram me falar que a K1 estava ajudando muito nisso tudo”, concluiu Talita.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio