Juliana Paes celebra dubiedade em cena de perdão de Josiane e Maria da Paz; saiba por quê

Publicado há um ano
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Juliana Paes falou, nesta segunda-feira (18), sobre a dúvida que surgiu na cena em que Josiane, de Agatha Moreira, pede perdão para Maria da Paz, em A Dona do Pedaço. Quem levantou a discussão foi a apresentadora Fátima Bernardes, do Encontro. De acordo com ela, a sequência não deixou clara a sinceridade da vilã, nem o perdão da boleira.

“Eu fico feliz, porque, quando eu li essa cena, eu falei ‘meu Deus do céu, é muito cedo ainda para essa mãe acreditar plenamente nesse perdão”, afirmou Juliana Paes. Na sequência, interrompeu a convidada e pediu para a plateia participar de uma enquete sobre perdoar Josiane ou não.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com isso, Juliana tratou de lembrar o povo: “Não se esqueçam de tudo que ela fez. Chamou de boleira, com vergonha da mãe, roubou o namorado da mãe, o marido, matou gente, que mais Josiane fez? Expulsou da casa, tirou da fábrica”.

Em seguida, ela faz um adendo sobre o que pensa exatamente, enquanto mãe. “Eu estou falando assim de todas as loucuras que Josiane aprontou, porque é loucura, mas eu sempre defendi a porção mais maternal de Maria da Paz. Eu acho que a verdadeira mãe, pode ser que ela não esqueça, mas o desejo de perdoar, a vontade de perdoar é grande. A verdadeira mãe, ela não é tola, ela sabe o que o filho fez, mas o desejo de perdoar é maior do que tudo, o amor é muito grande”, explicou.

Logo, Fátima revelou o resultado da enquete, com 45% dizendo que perdoaria e 55% afirmando que não. A apresentadora conclui o assunto dizendo que se fosse com ela, esperaria um pouco mais para se certificar que Josiane estaria sendo verdadeira, mesmo. “Quero um pouquinho mais de demonstração desse arrependimento, dessa mudança. A personagem deu uma bíblia para ela, aparentemente está descobrindo uma nova forma de viver, vamos ver”, disse Bernardes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais