Jair Bolsonaro se irrita com pergunta e ofende repórter do SBT: “Deixa de ser idiota”

Driele Veiga repudiou a atitude do presidente; a emissora apenas mencionou o ocorrido

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Driele Veiga, repórter da TV Aratu, afiliada do SBT na Bahia, é a nova vítima das ‘patadas’ de Jair Bolsonaro. A profissional foi ofendida pelo Presidente da República ao questioná-lo sobre uma foto recente que ele fez ao lado do apresentador Sikêra Jr.

O fato aconteceu nesta segunda (26), durante a inauguração do trecho de uma rodovia na cidade de Feira de Santana. Em meio a aglomeração, Driele questionou Bolsonaro sobre a imagem, considerada de mau gosto perante à pandemia de covid-19.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O presidente, porém, se irritou com a pergunta e soltou: “Você não tem o que perguntar, não? Deixa de ser idiota!”, afirmou, fugindo da jornalista.

Indignada, Driele reclamou ao vivo. “Olha, o presidente agredindo a repórter aqui verbalmente. Acabou de me chamar, inclusive, de idiota, por conta da pergunta a respeito de uma foto publicada dele com o CPF cancelado, onde ele recebeu muitas críticas por conta do momento que a gente vive, com mais de 300 mil pessoas mortas”, disse.

O mais curioso é que o fato foi mencionado durante o SBT Brasil, narrado pela repórter Nathalia Fruet, diretamente de Brasília. Entretanto, não houve nenhuma crítica da emissora a respeito do episódio envolvendo Bolsonaro e sua funcionária.

Em entrevista ao UOL, Driele repudiou a atitude. “Essa postura é inadmissível para um presidente, a gente espera isso de qualquer outro entrevistado, menos de um presidente da república. Mas como é um cenário que se repete, não me abalou tanto, já é uma atitude que se espera dele. Hoje, aconteceu comigo, mas poderia ter acontecido com qualquer outro jornalista”, afirmou.

O fato acontece dias após o presidente dar uma entrevista a Sikêra Jr. e, em meio a brincadeiras de mau gosto, tirar uma foto segurando a réplica de um CPF com uma tarja de ‘cancelado’, ou seja, uma referência a pessoas mortas.

Entretanto, a imagem em meio a um recorde de mortes por covid-19 no Brasil não pegou bem para o político, que está sendo duramente criticado pela ação.

Assista ao momento em que Bolsonaro ofende a repórter do SBT:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio