Memória

Ícone da arte brasileira, Milton Gonçalves ganhará documentário no Globoplay

A produção será de Luiz Antônio Pilar, um dos diretores da novela Todas as Flores

Publicado em 30/04/2023

Considerado um dos mais brilhantes atores do país, o saudoso Milton Gonçalves ganhará em breve uma merecida homenagem. De acordo com informações do jornal O Globo, um documentário sobre a trajetória do artista já está sendo preparado pelo Globoplay.

O responsável pela produção é Luiz Antônio Pilar, um dos diretores da novela Todas As Flores, trama de João Emanuel Carneiro que vem fazendo grande sucesso no streaming da Globo.

O documentário em homenagem a Milton, que faleceu no ano passado aos 88 anos, contará com depoimentos de grandes nomes da televisão, como Tony Ramos e Tião D´Ávila, além de humoristas como Ary Toledo e Dedé Santana.

Antes e depois de Milton Gonçalves
Antes e depois de Milton Gonçalves Divulgação

Grande ídolo do Flamengo, o ex-craque Zico também já gravou seu depoimento para a produção, afinal, Milton Gonçalves era flamenguista apaixonado e chegou até a  concorrer à presidência do clube carioca.

Os familiares também terão presença marcante, com depoimentos cheios de emoção. “Quando gravei depoimento com a minha irmã, foi uma choradeira. A parte da família de São Paulo também já gravou. Meu pai passava uma imagem de sério, mas era muito engraçado. Isso vai ser mostrado”, contou Catarina Gonçalves, filha de Milton.

Milton Gonçalves
Milton Gonçalves ReproduçãoTV Globo

Ator, diretor, cantor, dublador e produtor, Milton Gonçalves é um dos maiores nomes da TV, cinema e teatro no Brasil e admirado por uma legião de fãs e artistas de todas as gerações. Milton nasceu em 9 de dezembro de 1933 em Monte Santo, Minas Gerais, mais ainda criança se mudou para São Paulo e na juventude se encantou pelo teatro e correu atrás de seu sonho.

A estreia na Globo, onde fez mais de 40 produções, foi em 1965, integrando o primeiro elenco da emissora. Entre seus trabalhos mais marcantes estão as atuações na primeira versão de Irmãos Coragem (1970), quando também integrou o time de direção; O Bem-Amado (1973), como Zelão das Asas; A Escrava Isaura (1976), como diretor; Sinhá Moça (2006), como Pai José – trabalho que lhe rendeu uma indicação ao Emmy Internacional.

A última novela de Milton foi O Tempo Não Para (2018) e seu último trabalho foi na série Filhas de Eva (2021). O ator faleceu em maio de 2022 por problemas decorrentes de um AVC.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade