Há 21 anos, Globo exibia o último Réveillon do Faustão

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na virada do ano de 1996 para 1997, exatamente no final do dia 31 de dezembro de 1996 e início de 1º de janeiro de 1997, a Globo exibia a última edição do Réveillon do Faustão. Durante seis anos seguidos, Fausto Silva era o responsável pelo programa especial de ano novo da Globo, trazendo toda a estrutura de seu Domingão do Faustão para o horário nobre e comandando a contagem regressiva.

O primeiro Réveillon do Faustão foi ao ar em 31 de dezembro de 1991, e promoveu uma grande festa no palco do Teatro Fênix, no Rio de Janeiro, saudando a chegada de 1992. O apresentador Fausto Silva recebeu grandes nomes da música brasileira e do elenco da TV Globo, em clima de noite de gala. Na atração, foram exibidos os melhores momentos da programação da Globo naquele ano, e Faustão recebeu no palco nomes como Tony Ramos, Fernanda Montenegro, Reginaldo Faria, Renato Aragão, Dedé Santana e Mussum, a ginasta Luiza Parente, o velocista Robson Caetano, as jogadoras de basquete Paula e Hortência e o piloto Christian Fittipaldi.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com o sucesso da primeira edição, o Réveillon do Faustão voltou no ano novo seguinte, exibindo videocassetadas e mostrando os desejos das pessoas nas ruas para o ano de 1993. Já na virada de 1993/1994, atores e atrizes da Globo confraternizaram no palco, tomando champanhe numa grande festa estilo black-tie. No réveillon de 1995, a novidade foi o quadro Painho, de Chico Anysio, além das sátiras e previsões realizadas pela equipe do Casseta & Planeta, Urgente!.

E assim, em 31 de dezembro de 1996, o Réveillon do Faustão voltaria pela última vez. A atração foi exibida pela primeira vez do Projac (atual Estúdios Globo), e contava com um cenário em formato de transatlântico ancorado num porto caribenho. O apresentador Fausto Silva recebeu seus convidados no convés do navio, vestido de comandante, acompanhado pelos músicos do programa e por 40 bailarinas vestidas de marinheiras. Um painel formado por diversos “vídeo-walls” montado no convés anunciava os convidados com imagens de cenas marcantes de cada um. O programa de 1996 teve diversos números musicais, mensagens de otimismo de vários atores do elenco da emissora, além de recordar os grandes momentos dos atletas brasileiros nas Olimpíadas de 1996.

Sem o Réveillon do Faustão, a Globo trouxe novidades na virada de 1997 para 1998. Naquele 31 de dezembro de 1997, foi exibido o especial Alice no País da Música, protagonizado por Angélica, seguido de um Vídeo Show Especial, com Miguel Falabella, Cissa Guimarães e Renata Ceribelli, que mostrou os melhores momentos da programação da Globo daquele ano e fez a contagem regressiva.

Já na virada de 1998 para 1999, surgia o Show da Virada, que tinha um formato diferente do atual. Na primeira edição, o Show da Virada foi apresentado por Zeca Camargo e Renata Ceribelli, que comandaram a transmissão da festa do terraço do Rio Atlântica Hotel, de onde exibiram os preparativos para a tradicional queima de fogos. Já em 1999/2000, a segunda edição do Show da Virada foi apresentada por Galvão Bueno, ao vivo, mostrando links ao vivo de várias festas de ano novo no Brasil e de várias partes do mundo, além de quadros especiais apresentados pelo elenco da Globo. Somente a partir de 2000/2001, o Show da Virada assumiu o formato atual, um grande show com vários nomes da música nacional.

No entanto, o Show da Virada 2001/2002 teve um diferencial: foi dividido em duas partes. A primeira parte, exibida depois da novela das nove (que era O Clone) mostrava uma festa com o elenco da Globo, que relembrava momentos da programação 2001; e a segunda parte, exibida depois da meia-noite, era o show propriamente dito.

Leia também:

Programa Legal, de Regina Casé e Luiz Fernando Guimarães, terminava há 25 anos

Veja a última edição do Réveillon do Faustão:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio