Geraldo Luís fala sobre o ‘novo’ Domingo Show e alfineta: “Na TV, nem sempre é tudo verdade”

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta sexta-feira (28), aconteceu em São Paulo a coletiva de Domingo Show, que neste domingo (30) mostrará ao público algumas mudanças, entre elas o horário de exibição, que agora será das 11h até 15h45, e o retorno do ao vivo.

Geraldo Luís, apresentador da atração, disse ao Observatório da Televisão estar contente com a volta do contato direto com os telespectadores. “Feliz demais em voltar ao vivo, vamos dar trabalho, o Domingo Show já deu trabalho, muita gente já teve que correr atrás da gente. Audiência é consequência”, analisou o artista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cenário também sofreu alterações. “O palco é a grande devolução do que o programa precisa. Ele tem o ‘Q’ do Casino do Chacrinha. Eu não pedi nada pra Record [sobre o cenário]. Será um palco vivo de emoções”, observou o comunicador. Pautas com o ‘povão’, marca registrada do programa, também marcarão presença.

“Vai ter a riqueza das histórias das pessoas simples, que eu gosto. O Domingo Show é tudo de verdade. Na TV, nem sempre é tudo de verdade. A TV pode ser uma máquina destruidora”, refletiu Geraldo.

“Vejo o concorrente com respeito muito grande, mas tem muita gente de TV que vem com o titulo pronto, decorado pra mostrar pra vocês. Eu vou falar de coração aberto. Não é uma reestreia, é a grande estreia. É como se a Record TV estivesse me contratando”, opinou o artista.

“A TV ficou muito mecânica, mesmo com o seu avanço gigantesco, a TV sempre vai ser a TV, com essa agilidade, essa magia e nós encontramos a magia de contar histórias da rua, mostrar o povo que serve como exemplo. Quando o povo se vê, quando mostramos o povo, o Brasil se viu na Record. A TV ficou com vergonha de ficar humana”, apontou Luís.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio