Felipe Prior é acusado de crimes sexuais e organização de jogos universitários confirma

Situações criminosas que envolvem o nome do ex-BBB ocorreram em 2018

Publicado há 9 meses
Por Nayara Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ex-BBB Felipe Antoniazzi Prior se tornou assunto nas redes sociais nesta sexta-feira (3), após ser acusado por crimes sexuais. A organização de esportes universitários Interfau se pronunciou depois das acusações feitas pela revista Marie Claire, e confirmou que o ex-aluno foi banido em 2018 dos eventos.

Segundo a nota, a universidade recebeu mais de uma acusação de crimes sexuais. “Devido ao recebimento de mais de uma denúncia acusando-o de assédio, além de uma acusação de crime sexual durante o Interfau de 2018, a Comissão Organizadora através dos deveres atribuídos a ela, visando garantir a segurança e o bem-estar de todos no evento, se reuniu no dia 21 de outubro de 2018, onde foi deliberada a expulsão permanente de Felipe Prior das demais edições do Interfau”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A revista Marie Claire divulgou laudos médicos e relatos de duas mulheres que acusaram o ex-participante do reality show na Globo de estupro e uma terceira, de tentativa de estupro.

A revista afirmou que entrou em contato com a assessoria de Prior e apenas recebeu a resposta de que as acusações eram “mentira”. Mesmo com insistência, eles se recusaram a responder mais sobre o caso.

Por volta das 19h30 desta sexta-feira, a conta oficial de Felipe Prior no Instagram publicou um vídeo no qual o ex-BBB se diz inocente das acusações de crimes sexuais e agradece por todo o apoio da família e dos fãs. “Gostaria de dizer ao público que todo o carinho que eles estão me passando (sic) está me tornando mais forte”, declarou Prior.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio