Felipe Neto discute com herdeiro da Globo e questiona alcance nacional da emissora

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo maior youtuber em número de inscritos, Felipe Neto questionou veementemente o investimento publicitário que o mercado faz na Globo, em um evento dedicado, acontecido na semana passada.

Chamado de YoupixCon, ele aconteceu na semana passada, no Rio de Janeiro. Em um dos painéis fechados, chamado de “E aí, a TV morreu ou não?”, era discutido se, de fato, a televisão perdeu a relevância que tem nos últimos tempos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Marcão do Povo divulga apenas “sua audiência” no Primeiro Impacto e expõe clima ruim

Em dado momento, Felipe questionou o modelo de propaganda feito no Brasil, o investimento massivo em televisão das verbas e comentou sobre a polêmica cobrança do chamado “BV”, uma bonificação dada pelas agências quando uma meta de volume de produção é atingida, normalmente paga pelo cliente.

“A questão é como a audiência desce e a receita de publicidade sobe. Não há mais justificativa em audiência, não há justificativa sólida e concreta que não seja o BV, o relacionamento, e mandar o cara para França para assistir Cannes com dinheiro da agência”, detonou Neto.

“Então desculpe, essa é uma ferida que ninguém toca. Ninguém levanta e fala: ‘está errado cobrar BV’. Está errado que a receita das maiores agências de publicidade do Brasil venha principalmente do veículo”, concluiu.

Também assistindo a palestra, Paulo Marinho, um dos mais altos diretores da Globosat, e herdeiro do Grupo Globo, discordou de Paulo, e disse que Felipe colocou na conta da Globo algo que ela não tem culpa.

Paulo questionou o argumento de que a televisão tem tido queda de audiência, citando, indiretamente, os grandes números de A Força do Querer e de transmissões esportivas do SporTV.

“Isso não é verdade. A audiência não está caindo. Dentro do universo da televisão não está caindo. Tem uma divisão digital que está crescendo. A Globo ou a Globosat na payTV estão com audiências históricas. Você colocou na conta da Rede Globo uma coisa que é estrutural de mercado”, disse Paulo.

A discussão ficou mais acalorada quando Paulo deu um dado de alcance da Globo diariamente. “A Globo atinge 100 milhões de telespectadores por dia”, afirmou, com Felipe respondendo de forma direta prontamente.

“E você acredita nesse número? 100 milhões de pessoas por dia? Tudo bem que você não considera que 60% das pessoas não prestam atenção no que estão vendo, né? Teve essa pesquisa recentemente e você não comenta”, detonou.

O evento aconteceu na semana passada, mas só nesta semana o áudio dele viralizou. Veja o vídeo:

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio