Faustão opina sobre a greve dos caminhoneiros: “O que não pode é descontar no povo”

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição deste domingo (27) do Domingão do Faustão, Fausto Silva resolveu falar durante o Ding Dong, quadro do formato, sobre a greve dos caminhoneiros, que chegou ao sétimo dia e que está repercutindo em todo o Brasil.

Mulher faz sucesso na web ao se fantasiar de Faustão; veja

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Todo mundo espera que essa situação se normalize. Não só porque são justas as reivindicações dos caminhoneiros, mas tem que ver que a população que fica no meio, entre a incompetência e lentidão do governo e a Justiça. O que não pode é descontar no povo, que já é maltratado, humilhado”, avaliou o comunicador.

Faustão manda indireta sobre “amigo sertanejo” e público desconfia que seja para Zezé Di Camargo

“Os dois lados têm que ter autocrítica. O governo, que poderia ter resolvido antes, desde o ano passado está esse assunto, e do outro lado os caminhoneiros que tenham agora bom senso. A população já entendeu, uma boa parte, que a causa é justa, só dá uma dosada se não a coisa engrossa e pior do que está não pode ficar”, completou o apresentador.

Áudio vaza e Faustão aparece criticando chamada de Onde Nascem os Fortes

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio