Especial de ano novo do MasterChef reunirá os vencedores da 7ª temporada

Apenas um deles ganhará o grande prêmio

Publicado há 20 dias
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Todo mundo pediu e eles estão de volta! Os vencedores do MasterChef Brasil 2020 retornam à cozinha do primeiro e maior talent show de gastronomia do país para disputar o título de melhor cozinheiro amador do ano na próxima terça-feira (29). Dessa vez, é tudo ou nada.

Após conquistarem o paladar dos jurados Henrique FogaçaPaola Carosella e Erick Jacquin ao longo da temporada, os competidores terão de provar que estudaram e que estão realmente preparados para mostrar que criatividade, ousadia e técnica fazem parte de um verdadeiro MasterChef.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição especial, os vencedores se dividirão em dois grandes grupos por meio de um sorteio, mas as provas serão individuais. O primeiro grupo terá de preparar um risoto dos deuses, enquanto o outro aguarda no mezanino. Depois, os que estavam assistindo colocam a mão na massa em um prato com carne moída.

Decisão

Quem conseguir sobreviver ao desafio, segue para a prova decisiva e terá de elaborar um cardápio autoral, cheio de personalidade. Um formato Endemol Shine, a versão nacional do MasterChef é produzida pela Endemol Shine Brasil.

Os jurados, é claro, estarão mais exigentes do que nunca e somente o melhor vai colocar as mãos no tão sonhado troféu turbinado MasterChef 2020. O grande vencedor irá faturar também R$ 25 mil, além de ganhar dispositivos inteligentes da Amazon para automatizar sua casa com a ajuda da Alexa, uma geladeira Brastemp Inverse 4 e vários produtos da Tramontina para equipar a cozinha. 

Neste ano, em virtude da pandemia do coronavírus, a atração teve que se readaptar para atender aos protocolos de segurança recomendados pela OMS (Organização Mundial da Saúde). O programa chegou à tela da Band diferente de tudo o que já foi visto até aqui, mas com o mesmo tempero e sabor das edições anteriores.

Novo formato

“Foi uma temporada mais parecida com o Brasil que nós temos hoje. O país está enfrentando muitos problemas internos e tem passado por muita dor, mas, de alguma maneira, cada brasileiro tentou se reinventar e tornar esse momento mais leve. Foi o que fizemos também. Essas pessoas se viram representadas aqui dentro. Indivíduos que nem sempre têm os melhores ingredientes para cozinhar, a melhor tecnologia e equipamentos modernos, mas que têm muito amor para entregar”, analisa Ana Paula Padrão.

A temporada de 2020 contou com episódios independentes, recebendo oito cozinheiros a cada semana. O cenário também ganhou um novo layout com espaçamento de 1,5m entre as bancadas e mesas, além do mezanino ter sido ampliado. 

Todas as provas foram realizadas dentro do estúdio, sem gravações externas ou desafios em grupo. O vencedor de cada episódio levou para casa o cobiçado troféu MasterChef 2020 e um prêmio de R$ 5 mil, além de doar uma quantia no mesmo valor para uma instituição de caridade envolvida no combate à covid-19 neste momento em que ter empatia é fundamental. 

“Trabalhamos com ingredientes mais simples, receitas mais populares, e com participantes que em uma peneira mais fina, talvez, não entrassem na competição. Porém, por causa do cuidado sanitário que nós tivemos, cada episódio ganhava oito novos competidores, o que possibilitou que muitas pessoas participassem do programa e o estúdio ficasse com mais cara de Brasil. Acho que de todas temporadas, esta seja a que mais se parece com o nosso país”, afirma a apresentadora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio