Érika Moura fala sobre muitas mudanças de figurino em vinheta: “Difícil juntar tantos ritmos”

Publicado há 4 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Presente nesta segunda-feira (20) no Encontro com Fátima Bernardes, Érika Moura falou sobre a versão 2017 da vinheta Globeleza.

A dançarina afirmou que foi difícil juntar tantos ritmos, que são usados em poucos segundos no vídeo e todos utilizando a mesma coreografia com figurinos diferentes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Érica falou ainda que, diante da maratona, em alguns momentos improvisava.

Ricardo Tozzi sobre cantadas: “Não gosto disso de ficar insistindo”

A vinheta deste ano mostra a atual Globeleza com roupa, e não somente a famosa pintura corporal – o que dividiu opiniões -, se apresentando em diversos estilos, como o frevo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais