Enterrada viva! SBT leva ao ar nesta terça (14) cena de novela mexicana inspirada em Avenida Brasil

Publicado há um ano
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Se na teledramaturgia brasileira temos a emblemática cena da novela Avenida Brasil, em que a personagem Nina é enterrada viva por Carminha, no México, uma sequência semelhante também deixou marcas do sucesso. E ela de deu através de Abismo de Paixão, atual reprise das tardes do SBT. Prevista para ir ao ar nesta terça-feira (14), nela, a maquiavélica Ingrid Navarro, interpretada pela atriz Isabella Camil, após ser torturada à quase morte pelo vilão de Salvador Zerboni, Ramiro, a personagem tem seu final simplesmente replicada da produção da TV Globo.

As duas novelas foram transmitidas na mesma época, em 2012. Na ocasião, o êxito de Avenida Brasil fez com que executivos da rede mexicana intervissem na trama de Abismo de Paixão para implementação da cena, que não estava prevista na sinopse original.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A sequência

Para se vingar de Ingrid por ter levado um tiro dela, o vilão escapa do hospital, e, através de uma carta, ele consegue a atrair para a fazenda. No meio do caminho, Ingrid é abordada por ele com bastante violência. A megera pensa que o rapaz está morto, mas não sabe o lhe aguarda.

Lembra de mim?“, diz ele, em tom de ironia. A vilã é levada para a casa azul e lá ela tenta acalmá-lo. Cheio de dores e incontrolável, Ramiro promete matá-la, mas sem antes fazer com que ela sinta toda a dor que ele sente desde o tiro na cabeça. A atriz afirmou que a personagem de Abismo de Paixão foi a mais importante de sua carreira e que ela amava interpretá-la.

Uma experiência incrível. Ingrid já estava em um beco sem saída. Os diálogos ficaram muito ricos. Nós tínhamos a opção de gravar com ou sem ponto eletrônico (tecnologia que permite escutar o texto através do diretor da novela), mas, neste caso Salvador (Zerboni) e eu sempre escolhemos não usá-lo. E funcionou para nós, estudamos juntos e já conhecíamos nossa dinâmica tão bem. Surgiram muitas coisas em cena e é por isso que saiu tão bom“, revelou ela.

Isabella Camil ainda contou que não usou dublê em nenhum momento. “Tudo foi real, a produção nos apoia muito e está sempre ciente do que precisamos“.

Confira:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio