É de Casa indica livro proibido em Rondônia e a web aponta indireta

Publicado há 7 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição deste sábado (8) do É de Casa, Zeca Camargo, que costuma indicar livros no matinal da TV Globo, escolheu Memórias Póstumas de Brás Cubas, obra escrita em 1881 por Machado de Assis, para sugerir aos telespectadores.

“Indicado por gerações nas escolas brasileiras. Todo estudante leu isso aqui e todo estudante aprendeu um pouco sobre o Brasil lendo este livro aqui, lendo sempre Machado de Assis, mas em especial esse livro aqui”, declarou o apresentador.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“É bacana que a gente tem contato com a genialidade de Machado de Assis e também com a vida brasileira no século XIX. Aliás, sempre que a gente lê um livro sobre o Brasil, a gente aprende sobre a vida brasileira no século XVIII, XIX, XX, XXI…”, destacou o famoso.

“Toda a vez que a gente abre um livro do Rubem Fonseca, Ferreira Gullar, Caio Fernando Abreu, Mário de Andrade, Sonia Rodrigues, Nelson Rodrigues, Millôr Fernandes, todos os artistas e todos os escritores colaboram para a gente ter um retrato mais bonito do Brasil. A gente é fruto dessa mistura maravilhosa, a cultura é o nosso retrato”, analisou o artista.

Zeca ainda destacou que Democracia em Vertigem, documentário de Petra Costa, está entre os indicados ao Oscar. “Essa grande festa que a Rede Globo transmite amanhã. Bora torcer e viva a nossa cultura”, concluiu o comunicador.

Nas redes sociais, muitos internautas entenderam a indicação como
uma indireta ao governo de Rondônia, que ordenou na quinta-feira (6) a retirada
de 43 livros das escolas, entre eles a obra de Machado de Assis.

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais