Deus Salve o Rei: Catarina comemora fim do romance de Amália e Afonso

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Deus Salve o Rei, na Globo, Catarina (Bruna Marquezine) está conseguindo avançar com o seu plano de conquistar o amor de Afonso (Romulo Estrela). A vilã já deu um jeito de separar o rei de Montemor de Amália (Marina Ruy Barbosa) e, agora, vai comemorar o feito. Mas ainda há uma grande preocupação para a megera. Confira.

“Então… o conto de fadas do príncipe e da plebeia finalmente acabou! Não podia ter um final mais feliz… para mim! Estou livre, Lucíola! Livre para sempre daquela feirante ruiva dos infernos!”, afirmará a vilã. “Vossa majestade merece essa vitória”, dirá a dama de companhia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Com a ajuda de Brice, Catarina enfeitiça Afonso, em Deus Salve o Rei, na Globo

“Claro que mereço! Depois de tudo que tive de suportar para chegar até aqui… casar com Rodolfo, me deitar com o porco do Otávio… tanto sacrifício só faz sentido por causa deste momento: eu tenho a coroa de dois reinos, tenho Afonso… e um filho para dar a ele! É a vitória completa!”, afirmará.

Mas, no instante seguinte, se mostrará preocupada. “Agora falta só uma coisa…”. “Vosso pai. Delano continua as buscas, mas… Ainda não tem pistas do paradeiro do rei Augusto”, dirá Lucíola. “Eu preciso encontrar meu pai! Esta é a única ameaça que ainda paira sobre mim”, concluirá.

Ainda em Deus Salve o Rei: Rodolfo e Otávio se unem contra Afonso

Nos próximos capítulos de Deus Salve o Rei, Otávio (Alexandre Borges) descobrirá que Rodolfo (Johnny Massaro) está recrutando soldados para atacar o reino de Montemor e resolverá procurar o irmão de Afonso (Romulo Estrela).

O monarca de Lastrilha tentará propor um acordo, mas o ex de Lucrécia (Tatá Werneck) não se interessará por achar que o dinheiro que herdou de Margô (Cristina Mutarelli) seja suficiente para se manter. Depois, o moreno acabará sendo roubado e não terá como pagar os soldados.

Sendo assim, o pilantra voltará atrás na decisão e procurará por Otávio e oferecerá o ouro que sobrou. “Com esse dinheiro? Poderei, no máximo, contratar meia dúzia de soldados”, ironizará o monarca. “De onde veio isso tem muito mais”, inventará Rodolfo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio