Das três grandes, SBT é a rede aberta que menos cobriu ordem de prisão de Lula

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O mandado de prisão do ex-presidente Lula mexeu com o departamento de jornalismo das emissoras de televisão, definitivamente, na última quinta-feira (5). Porém, cada rede decidiu seguir seu caminho e nem todas fizeram uma ampla cobertura, contínua, durante o desenrolar dos fatos.

O SBT, por exemplo, segundo o blog KTV, só dedicou 51 minutos de reportagens sobre o tema, considerando seus dois noticiários, o SBT Brasil, no horário nobre, e o SBT Notícias, exibido nas madrugas. Esse tempo é inferior aos concorrentes diretos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Gaby Spanic faz anúncio sobre retorno de Paola Bracho

A Record, que costumeiramente abre espaço no seu jornalismo para cobrir tragédias policiais, dedicou ao tema político apenas 56 minutos, sendo a maior parte no Cidade Alerta. Um número muito atrás do espaço dado pela Globo, 71 minutos, com destaque para o Jornal Nacional.

Porém, a rede que mais cobriu o assunto foi a Band, que com o Brasil Urgente e o Jornal da Band, dedicou 125 minutos de reportagens. Considerando os outro jornalísticos da emissora, o número sobre para 161 minutos.

Já a Redetv investiu apenas 51 minutos no horário nobre para cobrir os fatos a  respeito do mandado de prisão do ex-presidente Lula.

Os dados são do Controle da Concorrência, que monitora conteúdo televisivo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio