Conheça Guto, jovem que descobrirá homossexualidade em Malhação: Toda Forma de Amar

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma ótima companhia para jogar conversa
fora no bar ou curtir uma tarde na praia. E, mais ainda, nos momentos difíceis.
Quando surge a necessidade de alguém em que se possa confiar, para ouvir e dar
apoio lá está Guga (Pedro Alves). Em Malhação: Toda Forma de Amar, ele é
aquele tipo de amigo que todo mundo gostaria de ter. Cultiva, desde a infância,
a amizade com Filipe (Pedro Novaes) e Beto (John Buckley), mas nunca conversou
com eles sobre o assunto que mais o aflige internamente.

De bem com a vida e com olhar voltado
ao próximo, ele ultimamente tem precisado prestar mais atenção em si mesmo. O
rapaz acaba de terminar o namoro com Meg (Giulia Bertolli), percebendo que
sente apenas amizade por ela. Ele também não corresponde ao interesse das
jovens que conhece na faculdade ou nos programas noturnos. Aos poucos, Guga
começa a questionar sua orientação sexual.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dividir essas angústias com a família é extremamente
difícil. De classe média alta, a família vive num luxuoso apartamento em
Ipanema. Max (Roberto Bomtempo), seu pai, é um empresário, e cultiva um estilo
‘bon vivant’. Do tipo que se orgulha de ter um filho bonitão, que atrai o
interesse das mulheres. Na sua visão, Guga terminou com Meg para “curtir a
vida”, como ele fazia quando era jovem. Já Regina (Karine Teles) consegue perceber
mais o comportamento do filho, a quem é muito apegada, mas valoriza as
aparências sociais e foge de encarar a situação de frente.

Guga e Serginho

Guga (Pedro Alves) e Serginho (João Pedro Oliveira) de Malhação: Toda Forma de Amar (Divulgação/ TV Globo)

Na internet, Guga conhece Serginho (João Pedro Oliveira),
jovem batalhador que trabalha numa loja em Ipanema. Ele vive em Duque de Caxias
com o irmão Camelo (Ronald Sotto) e a avó Margarida (Ana Miranda). Os dois
começam a conversar e marcam um encontro para se conhecerem melhor. É
justamente nesse dia, ao retornar para casa, que Guga entra na van que une seu
destino ao dos jovens Rita (Alanis Guillen), Raíssa (Dora de Assis), Thiago
(Danilo Maia), Anjinha (Caroline Dallarosa) e Jaqueline (Gabz), depois de
testemunharem juntos à situação de violência em que um jovem é retirado por
homens armados do veículo.

Com a união do grupo em função dos desdobramentos do caso, Guga se aproxima muito de Rita. Aos poucos a moça se torna sua grande amiga e conselheira nessa jornada de descobertas. A presença frequente dela na casa de Guga vai acabar confundindo a cabeça de Max e Regina. Os pais acreditarão que ela é a namorada que o filho foi encontrar em Caxias no dia do incidente da van.

Regina (Karine Teles), Max (Roberto Bomtempo) e Guga (Pedro Alves), de Malhação: Toda Forma de Amar (Divulgação/ TV Globo)

O relacionamento com Serginho se inicia com uma bonita
amizade. Serginho é bem-resolvido em relação à sua sexualidade, e a convivência
entre os dois será determinante para que Guga entenda melhor seus desejos e
sentimentos. Durante a trajetória de Guga, o afastamento da turma da Zona Sul
acaba sendo inevitável.

Relação com Meg

Meg (Giulia Bertolli) de Malhação: Toda Forma de Amar (Divulgação/ TV Globo)

Mas a ex-namorada Meg, que inicialmente
fará de tudo para reconquistá-lo, vai ajudá-lo, fazendo com que os antigos
amigos compreendam melhor sua nova fase da vida.  “O que move o Guga é o
amor. Ele é o tipo de pessoa que se dá bem com todo mundo. É um bom amigo, um
bom filho. Quando percebe que o sentimento pela Meg é apenas amizade, ele parte
em busca de entender a sua forma de amar, e esse vai ser um caminho difícil,
principalmente ao enfrentar o preconceito das pessoas mais próximas”, conta
Pedro Alves, feliz com sua estreia na TV.   

Malhação – Toda Forma de Amar trará histórias de amor que se cruzam, sejam elas sobre casais,
pais e filhos, irmãos ou um grupo de amigos. Prevista para estrear em 16 de
abril, a trama é escrita por Emanuel Jacobina, com supervisão artística de
Carlos Araújo e direção artística de Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio