Com Fabiana Karla, Globo exibe especial sobre o Dia Internacional da Mulher

Atração vai ao ar após o BBB 21

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fabiana Karla fará a mediação do encontro entre cinco mulheres durante o programa Falas Femininas, especial do Dia Internacional da Mulher que a TV Globo exibe na próxima segunda-feira, dia 8 de março, após o BBB 21. A equipe do programa é majoritariamente feminina e destaca as histórias de vida inspiradoras das convidadas.

Em formato documental, em um primeiro momento, a equipe acompanhou a rotina de Carol Dall Farra, 26 anos, Cristiane Sueli de Oliveira, 44 anos, Gleice Araújo Silva, mais conhecida como Ruana, 29 anos, Sebastiana do Santos Oliveira, a Tina, 47 anos, e Maria Sebastiana Torres da Silva, 59 anos. A segunda etapa, uma roda de conversa, foi gravada nos Estúdios Globo, com Fabiana.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz falou sobre a importância de dar voz as mulheres escolhidas. “Elas já têm suas vozes, mas eram caladas, silenciadas, porque não tinham vontade ou oportunidade de contar suas histórias. Eu acho que amplificar a voz dessas mulheres é de suma importância, porque vamos mostrar mulheres reais que vão gerar uma identificação com outras mulheres“, disse, em entrevista divulgada pela emissora.

Fabiana falou sobre a equipe de criação do Falas Femininas. “Mulheres nas câmeras, nos bastidores, no figurino, na sonoplastia, na edição, até as motoristas foram mulheres. Acredito que isso tem um valor histórico e simbólico muito importante. É um programa genuinamente feminino. Há um olhar muito feminino e firme sobre tudo“, destacou.

A humorista ressaltou a relevância de levar ao ar um programa feito dessa maneira. “As mulheres ainda são muito subestimadas no meio fonográfico e audiovisual. O especial é uma oportunidade de mostrar que as mulheres também sabem fazer muito bem e são totalmente capazes de realizarem um lindo programa tomando conta dessa frente do audiovisual“, falou.

Por fim, a artista ressaltou o objetivo do projeto. “A nossa pretensão, se é que temos alguma, é fazer um lindo programa e ativar alguns sentimentos do ser humano, como a bondade, além de falar das dores e da beleza, falar também da questão do matriarcado. E tudo isso contempla não só as mulheres”, ponderou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio