Cinco anos sem Chico Anysio: Altas Horas traz Bruno Mazzeo e Miguel Falabella para homenagem ao humorista

Publicado há 3 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O humor é irmão da poesia”, assim dizia Chico Anysio. Nesta semana, completa-se cinco anos sem o comediante que não perdia a oportunidade de semear essa frase onde quer que estivesse, como relembra Bruno Mazzeo, seu filho. “A relação entre humor e poesia veio de uma conversa com o poeta Carlos Drummond de Andrade”, acrescenta o ator ao citar memórias relacionadas ao pai no ‘Altas Horas’ deste sábado, dia 25. Ao apresentador Serginho Groisman, Mazzeo ainda confessa: “A saudade não passa nunca. Não tem um jogo do Vasco que eu não fique com vontade de fazer contato com ele”.

Para Miguel Falabella, Chico Anysio também teve um papel decisivo: a sua estreia como diretor aconteceu em um projeto do humorista. Ao lado de Cininha de Paula, Falabella dirigiu o especial de humor ‘Grupo Escolacho’, em 1988. Neste momento, Mazzeo também compartilha uma curiosidade pouco conhecida: o pai tinha o hábito de chamá-lo de Toco ou Toquinho. Por coincidência, o compositor Toquinho está no espaço ‘Voz e Violão’ da atração e descobre a informação. No primeiro bloco, o cantor toca “Caderno” e “Aquarela”, dois dos grandes sucessos de sua carreira.

Há 35 anos na televisão, Falabella tem na escrita a sua maior paixão. Sempre envolvido com a comédia, como Bruno Mazzeo, o carioca relata que desde criança costumava divertir quem estivesse por perto. “As pessoas me davam um cruzeiro quando eu as fazia rir”, comenta com Serginho. Mas, além do humor, também é conhecido por atuar, dirigir e escrever musicais. Companheira de trabalhos no gênero, a atriz Cláudia Raia foi uma das referências para Falabella engrenar no universo dos musicais. E a amizade perdura quase como uma irmandade, como ele mesmo exemplifica: “Outro dia, eu estava com febre e a Cláudia foi me levar uma sopa em casa”.

O ‘Altas Horas’ também reúne dois outros amigos: Bruno Mazzeo e Serjão Loroza. Enquanto o humorista está no centro da arena, o ator sobe ao palco suspenso acompanhado pelos músicos que fazem o show Salve Tim e Bem, em que interpretam canções de Tim Maia e Jorge Ben Jor. A convite de Serginho Groisman, o outro musical da noite fica por conta do grupo Liniker e os Caramelows. Há dois anos na estrada, a mescla de R&B e soul ganha força com a voz da cantora em “Zero”, single do primeiro EP da banda, “Cru”. No final do ano passado, o grupo lançou “Remonta”, um álbum com diversas cartas de amor que Liniker escrevia desde os 16 anos, como conta a Serginho Groisman.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ‘Altas Horas’ vai ao ar aos sábados, após o ‘Zorra’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais