Batom mágico de Victor Valentim em Ti-ti-ti foi vendido na vida real

Produto foi comercializado através de uma parceria da Globo Marcas

Publicado em 12/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Ti-ti-ti, Ariclenes (Murilo Benício) decide expandir a marca do estilista Victor Valentim e lança um batom mágico, em que as mulheres que fazem uso seduzem os homens que estão por perto, a ponto deles não conseguirem controlar o desejo de beijá-las.

Durante a exibição original da trama, entre julho de 2010 e março de 2011, o batom foi comercializado na vida real. Isso se deu através de uma parceria com a marca de cosméticos Avon.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O produto ganhou o nome de Mega Impacto Ti-ti-ti, licenciado pela Globo Marcas, e passou a fazer parte do catálogo da empresa. O batom tinha versões nas cores Rouge Ti-ti-ti, Boca Ti-ti-ti e Canela Ti-ti-ti, todas com protetor solar FPS 15. O preço girava em torno de 20 reais.

Na versão original da novela, em 1980, o batom mágico também fez parte da história. Na época, o nome era Boka-Loka. Uma empresa de cosméticos pegou carona no sucesso do folhetim e lançou um batom com o mesmo nome. Como não atuava nesse mercado, a Globo não conseguiu faturar com o produto e também ficou impossibilitada de registrar a marca.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio