CONTOU TUDO!

Autor de Os Dez Mandamentos, Emilio Boechat revela que foi pressionado pela Record TV a mudar os rumos da novela: “Tudo era a emissora”

Novelista deixou a emissora em 2021, durante a novela Gênesis

Publicado em 09/06/2023

O autor Emilio Boechat, que ganhou notoriedade ao fazer parte do time de escritores das novelas Rebelde (2011) e Os Dez Mandamentos (2015), abriu o jogo sobre a sua saída conturbada da Record TV e confessou que a cúpula do canal de Edir Macedo era quem ditava os rumos das obras. Em entrevista ao portal Alta Definição, o novelista relata que decidiu não se curvar as imposições da direção e ponderou que nunca foi pressionado a se converter ao evangelismo.

“Chegou uma hora que era tudo a emissora. Muitos autores simplesmente se curvaram a essas imposições, enquanto autores mais consagrados decidiram deixar a emissora”, detalhou o autor.

Emilio Boechat acabou deixando a Record TV em 2021, por não ceder a pressão de mudar os rumos da novela Gênesis impostos pela emissora. “Quando eu interpretei que essas mudanças podiam a colocar em risco a minha reputação como autor, eu decidi sair”, disse ele.

No entanto, o autor explicou que a pressão era para poder seguir ‘a bíblia à risca’ mesmo com interpretações dúbias e destacou que nunca foi pressionado a se converter para o evangelismo. “A Bíblia tem inúmeras interpretações e nem sempre existia um consenso sobre isso. Em 14 anos de emissora, jamais sofri pressões para me tornar evangélico, ou para ingressar na IURD. Mas não posso falar por outros profissionais”, completou Emilio Boechat.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade