Após 34 anos, Sem Censura tem produção interrompida na TV Brasil

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O programa Sem Censura deixará de ser produzido pela TV Brasil. Trata-se de uma das atrações mais longevas da história da TV brasileira. A decisão foi anunciada na tarde desta quarta (30) pela estatal, por meio de comunicado emitido por sua assessoria de imprensa. A atração, vale lembrar, está no ar desde julho de 1985 – ou seja, há quase 34 anos.

O motivo da interrupção, aliás, seria a transferência de 150 funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), responsável pelos programas da emissora pública, para o Ministério da Economia. A própria Vera Barroso, apresentadora do Sem Censura, inclusive faz parte dessa lista. Com isso, tornou-se inviável continuar produzindo a atração, ainda mais ao vivo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Josélia Aguiar conversa sobre Jorge Amado no programa Sem Censura da TV Brasil

Oficialmente, a TV Brasil alega que “o programa ao vivo foi interrompido na atual temporada, devendo ser reavaliado para a próxima grade junto com a nova programação”. A partir de hoje, irão ao ar reprises de edições antigas do Sem Censura. Ainda não existem informações concretas sobre uma possível volta da atração, com episódios inéditos. Ela pode acontecer, porém, junto com a estreia da nova grade da estatal, em 11 de março.

Sem Censura começou apresentado por Tetê Muniz. A ideia era criar um formato que refletisse a sensação de alívio com o fim da Ditadura Militar, recente à época de seu lançamento. Passaram também pela bancada da atração âncoras como Márcia Peltier, Lúcia Leme, Gilsse Campos, Elizabeth Camarão, Liliana Rodrigues e Leda Nagle.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais