Antes de morrer, Gilberto Braga teve nova novela cancelada pela Globo

Malu Mader e Cássio Gabus Mendes comporiam o elenco

Publicado em 28/10/2021 01:19
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A morte do novelista Gilberto Braga foi recebida com profundo pesar pela classe artística nacional. Um dos maiores autores de folhetins do Brasil, ele escreveu grandes êxitos de público e crítica, como Escrava Isaura (1976), Dancin’ Days (1978), Vale Tudo (1988), Pátria Minha (1994) e Celebridade (2004).

Infelizmente sua última novela, Babilônia (2014), escrita em parceria com João Ximenes Braga e Ricardo Linhares, ficou marcada pelo insucesso. O que poucos sabem, no entanto, é que nos últimos anos Gilberto esteve se dedicando a um outro projeto de folhetim que acabou cancelado meses antes de seu falecimento.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Trata-se de Feira das Vaidades, trama de época que o novelista idealizava para a faixa das 18h, onde escreveu Força de um Desejo (1999). Baseada em Vanity Fair, clássico da literatura inglesa assinado por William Makepeace Thackeray, a adaptação transportaria para o Brasil dos anos 1920 a ação da obra original, ambientada na primeira metade do século XIX (19) e transcorrida em Londres.

A história do livro gira em torno de Becky Sharp, jovem de moral elástica que sonha em ascender socialmente. Órfã e sem muitos recursos, ela consegue emprego como governanta na casa da família Crawleys. Acaba, porém, seduzindo o filho deles, Rawdon.

Feira da Vaidades contaria com 104 capítulos – cerca de 80 deles chegaram a ser roteirizados – e tinha nomes como Cássio Gabus Mendes e Malu Mader cotados para seu elenco. A direção artística, por sua vez, seria de Dennis Carvalho, colaborador de Braga em vários de seus principais trabalhos.

No entanto, no final de agosto deste ano, a troca no comando da superintendência dramatúrgica da Globo provocou o cancelamento do folhetim vindouro. Aprovado ainda na gestão de Silvio de Abreu, o projeto parece não ter agradado tanto o novo manda-chuva do setor, José Luiz Villamarim, que determinou seu engavetamento.

A partir daí, ficou decidido que Braga e Carvalho desenvolveriam uma nova ideia para trabalharem juntos, agora voltada outra vez para a faixa das 21h. Infelizmente, porém, o falecimento precoce do autor não deu tempo para que este novo projeto fosse desenvolvido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio