Publicidade

Amor à Vida é cotada para substituir Avenida Brasil no Vale a Pena Ver de Novo

TV Globo disse que apenas vai informar a novidade em breve

Félix (Mateus Solano) em Amor à Vida
Publicidade

No ar deste outubro do ano passado, a reprise de Avenida Brasil começou a ganhar os primeiros rumores sobre sua substituta. O Observatório da TV apurou que Amor à Vida, novela das 21h de Walcyr Carrasco, com direção de núcleo de Wolf Maya, é a mais cotada para substituir o fenômeno do ‘Oi Oi Oi’ nas tardes da TV Globo.

A reportagem também apurou que Susana Vieira e Mateus Solano, intérpretes, respectivamente, de Pilar e Félix, mãe e filho na trama, já teriam sido convidados para gravar a vinheta de retorno da história que alcançou uma média de 35,5 pontos em 2013/14.

A informação não foi confirmada pela assessoria da emissora, que disse, em nota, que ainda não está divulgando a próxima reprise do Vale a Pena Ver de Novo e que a substituta de Carminha (Adriana Esteves) e Nina (Débora Falabella) apenas será informada perto do fim do folhetim de João Emanuel Carneiro.

Continua depois da publicidade

Relembre a trama

Os irmãos Félix (Mateus Solano) e Paloma (Paolla Oliveira) são os herdeiros da milionária e tradicional família paulistana Khoury. O pai deles, César (Antônio Fagundes), é um renomado médico clínico geral, dono do hospital San Magno, em São Paulo. Enquanto Paloma não é nada materialista e extremamente honesta, Félix é o total oposto.

Sabendo da preferência do pai pela irmã, Félix não medirá esforços para tentar tirá-la do seu caminho e assim tornar-se o único herdeiro. César é casado com a ambiciosa Pilar (Susana Vieira), a quem conheceu na faculdade. Ambos têm um casamento sólido, mas marcado por muitos mistérios no passado, que envolve a vida de toda a família.

César tem muito apreço por sua família, especialmente por Paloma, a quem ele projeta a sua substituição como dona do hospital. Já a matriarca Pilar não se dá bem com a filha, sempre tendo desprezado a mesma, mas morre de amores pelo filho, por quem o pai não tem tanto apreço.

Félix é considerado a “ovelha-negra” da família por César, e acaba ganhando uma superproteção exclusiva de Pilar. Incapaz de se formar como médico, Félix acabou formando-se em administração hospitalar, para conseguir um cargo e pôr em prática suas tramoias dentro do hospital.

Frio e ambicioso, desvia dinheiro, se aproveitando de informações privilegiadas, planejando sempre a execução de seu maior plano: Tomar a frente dos negócios da família. O que ninguém sabe é que ele próprio vive um grande dilema: É homossexual não assumido. Casado com Edith (Bárbara Paz), tem um filho adolescente, Jonathan (Thalles Cabral).

Edith tem um passado misterioso, que envolve seu sogro, César, e esse segredo irá abalar a estrutura da família. Durante uma viagem familiar ao Peru, Paloma se apaixona perdidamente pelo aventureiro Ninho (Juliano Cazarré). Toda sua família é contra o relacionamento. Félix, de forma calculada, incentiva sua irmã a viver esse romance.

Ela acaba fugindo com ele, para se ver livre das pressões da família Khoury. Ela engravida, mas a relação dos dois desmorona devido a brigas e ciúmes constantes, além do jeito de ser de Ninho, descompromissado com o futuro, o que acaba revoltando Paloma. De volta ao Brasil, ela é humilhada pela mãe, e acaba expulsa da mansão.

Morando de favor com as amigas, Paloma, após reencontrar Ninho e ter uma intensa briga, acaba passando mal, e dá à luz no banheiro de um bar do Centro de São Paulo, com a ajuda de Márcia (Elizabeth Savalla), uma ex-chacrete e ex-garota de programa, muito bem humorada, simpática e popular, que estava no local, e após fazer o parto, por ter pendências com a polícia, decide ir embora.

Ela tem uma misteriosa ligação com o passado da família Khoury, o que causará muitas reviravoltas na trama. Márcia é uma mulher muito humilde, que vende cachorro quente para sobreviver. Ela é mãe solteira, não sabendo quem é o pai de sua filha, Valdirene (Tatá Werneck).

Ela vive incentivando a jovem a dar o golpe da barriga, e a encontrar um marido rico que as tire da miséria. Valdirene, por sua vez, é extremamente engraçada e destraída, muito imaginativa, não tem realmente a ambição da mãe, mas faz tudo que ela pede para vê-la feliz, e tenta a todo custo se tornar rica e famosa, armando situações muito cômicas e atrapalhadas, que sempre dão errado.

Félix vai atrás da irmã e, ao encontrá-la desfalecida e sozinha após o parto, presume que ela está morta. Querendo a fortuna da família só pra si, livra-se da sobrinha, a herdeira: Sequestra a recém-nascida e a joga numa caçamba de lixo.

No mesmo instante, no Hospital San Magno, Bruno (Malvino Salvador) está arrasado por ter perdido a esposa grávida e seu filho no momento do parto. Abalado, ele anda desorientado pelas ruas até que escuta um choro de criança. Bruno acaba encontrando o bebê jogado no lixo por Félix e decide adotar a criança, comovido e fragilizado.

Paloma fica desesperada com o sequestro da filha, e passa uns dias internada no hospital San Magno, onde acaba se reconciliando com o pai. Ela amamenta sua filha sem saber quem é a menina, e conhece Bruno, que lhe conta sua triste história.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade