Carlos descobre crime de Alfredo e os dois saem na porrada

Publicado há um ano
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O clima vai esquentar mais uma vez entre Carlos (Danilo Mesquita) e Alfredo (Nicolas Prattes) em Éramos Seis. Tudo vai começar depois que o mecânico anunciar que perdeu o emprego porque segundo ele, seu patrão decidiu contratar funcionários que lhe custassem menos, mas Lola (Gloria Pires) acha que tem algo estranho na história, e vai conversar à sós com o filho que a esta altura está pê da vida após ouvir um sermão de Afonso (Cássio Gabus Mendes).

A protagonista não consegue entender o que houve de verdade já que Alfredo estava sendo elogiado no trabalho, e até ganhando melhor, o suficiente para ajuda-la com dinheiro e até mesmo comprar um terno. É aí que Lola pede ajuda a Carlos para descobrir se está rolando algo de errado. “É que estou com uma cisma de que Alfredo pode não ter contato a verdade. Será que ele andou faltando ao serviço? Ou, com esse gênio terrível, será que maltratou algum cliente?”, questiona.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carlos então explica à mãe que não gostaria de se meter nessa história, mas diante da aflição dela fará isso, embora acredite que desta vez o irmão não tenha feito nada. O ex-estudante de medicina vai até a oficina de Osório (Nicola Siri), e pergunta o motivo da demissão. “Vou lhe contar porque mandei seu irmão pra rua, e aí me diz se tenho ou não tenho razão de chamar ele de moleque, safado, bandido”, dispara o dono da oficina.

Carlos volta para a casa com ódio, quando Alfredo está se arrumando para sair. Para completar o clima dramático, o roteiro sugere que uma chuva com direito a muitos raios e trovões se arme no céu de São Paulo naquele momento. Lola ouve uma grande discussão vinda do quarto dos rapazes. “Não tinha nada que ir lá, se meteu na minha vida!”, grita Alfredo, e também aos gritos Carlos rebate.

“É minha obrigação, nossa mãe pediu, ela coitada, sabe bem o filho que tem! Sem vergonha, não tem vergonha na cara”. Lola se apavora e sobe correndo para o quarto. “Corre Lola… Pelo amor de Deus… Eles estão se matando…”, gritará Clotilde. Ao entrar no quarto, a doceira se depara com os filhos aos socos, sangrando. Ela puxa Carlos pelo braço, e pede que eles parem, mas os dois continuam a brigar, ignorando a mãe e a tia agoniadas ali.

Eles param por um momento, e Carlos é atingido por um murro de Alfredo, e parte para cima do irmão novamente. Julinho (André Luiz Frambach) aparece e consegue conter Alfredo. “Desgraçado… Vai me pagar este sangue aqui”, dispara Alfredo. “Vamos descer e conversar feito gente, ninguém aqui é bicho. Quero ver, Carlos, se você se machucou muito. Não entendo essa briga…”, diz Lola.

Alfredo tenta impedir Carlos, de falar, mas não consegue: “Tenho que falar. Eu fui na oficina e descobri por que o Alfredo foi mandado embora. Ele roubou. Alfredo é ladrão!”, dispara deixando Lola devastada. As cenas vão ao ar no capítulo 95, que será exibido no sábado, 18 de janeiro. Alterações podem ocorrer devido à edição dos capítulos.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela Éramos Seis

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio