Em edição especial, Leo Dias relembra no Fofocalizando gafe vivida com Mara Maravilha: “Como fui idiota”

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta sexta-feira (28), foi ao ar no SBT uma edição especial do Fofocalizando que ganhou o nome Fofo Awards. O formato elaborou uma espécie de premiação para relembrar os maiores destaques de 2018 envolvendo os artistas.

Leia: No Fofocalizando, Ludmilla manda indireta para ex-apresentadora: “Agora tá muito melhor”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante a atração, Lívia Andrade recordou o momento em que Leo Dias tentou pausar um áudio enviado por Douglas Sampaio e que estava sendo divulgado ao vivo.

O famoso deveria falar sobre uma briga que teve com uma ex, mas resolveu começar a criticar Mara Maravilha, que na ocasião ainda fazia parte da produção e ficou bem chateada com a situação.

Saiba mais: Leo Dias cai no choro ao falar sobre vício em cocaína no programa Fofocalizando

“Depois, parando e pensando, como eu fui idiota, né? Era só afastar o celular do microfone. E eu ficava tentando”, relembrou o jornalista, gesticulando como se estivesse tentando pausar o áudio de um celular.

Assista:

Reveja o momento:

Leo Dias detona Ronaldo Ésper no Fofocalizando após declaração polêmica: “Maldição é a existência desse ser”

Na edição do último dia 20 do Fofocalizando, o programa falou sobre Ronaldo Ésper, que se tornou evangélico e que em entrevista à rádio Jovem Pan declarou ter virado gay após uma maldição que foi lançada por uma tia.

No vespertino do SBT, Leo Dias indagou por qual motivo ser gay seria uma maldição e criticou o estilista. “O que é maldição é a existência desse ser que fala essas baboseiras no ar”, disparou o jornalista, que afirmou ainda que o famoso não devia ter microfone aberto para dar declarações como aquela.

Mamma Bruschetta disse ser amiga de Ésper, mas apontou que a sexualidade de cada pessoa é definida e que se aflora depois. Décio Piccinini analisou como uma jogada de Ronaldo para virar assunto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio