Publicidade

Claudia Raia conta que Lidiane, de Verão 90 a ajudou a superar luto pela morte da mãe: “Personagem que me ajudou a levantar”

Lidiane (Claudia Raia) em Verão 90
Publicidade

No ar como a espevitada Lidiane em Verão 90, Claudia Raia conversou com o Observatório da Televisão e falou sobre a reta final da trama. Ela contou que a personagem que caiu nas graças do público por ser divertida, e um tanto sem noção a ajudou a passar pela perda de sua mãe, em março deste ano. A mãe da atriz, Odete Motta Raia faleceu aos 95 anos.

“Minha dor é imensa mas tinha o meu trabalho. Um trabalho que amo fazer. Meus amigos, minhas filhas postiças, meus filhos verdadeiros, todo mundo à minha volta e ainda com uma personagem que me ajudou a levantar. Estar fazendo uma personagem de comédia é bom por isso. Foi a mesma coisa em Ti-t-iti (2010) quando me separei do Edson (Celulari), era uma personagem que também me ajudou, porque essas coisas te impulsionam para cima. Claro que você não deixa de viver o luto, e ainda estou vivendo, mas essa novela e essa personagem me ajudaram muito”, explicou.

Parceria com Alexandre Borges

Quinzão (Alexandre Borges) e Lidiane (Claudia Raia) em Verão 90
Quinzão (Alexandre Borges) e Lidiane (Claudia Raia) em Verão 90 (Divulgação/ TV Globo)

Claudia ainda falou sobre a construção de Lidiane e parceria com Alexandre Borges. “Ela tem essa coisa quase infantil. Tem uma ingenuidade que justamente é o contraponto de uma sensualidade meio bagaceira por ter sido atriz de pornochanchada, então ela virou uma personagem que todo mundo quer levar para a casa. Acho que isso atrai o Quinzão. É a sétima vez que faço par com Alexandre, a gente já é PHD um no outro. É muito legal fazer par com quem você tem intimidade, com quem você é amigo, com quem você admira, então foi de novo um grande presente ter o Alexandre novamente, mesmo que tenha sido no final”, relatou.

Continua depois da publicidade

A atriz que faz parte do júri do Show dos Famosos, quadro do Domingão do Faustão, disse ainda que apesar de a personagem ter seus momentos de comédia, ela também possui passagens dramáticas. Uma delas aconteceu quando Lidiane, foi humilhada e expulsa de um restaurante na trama: “Acho que a direção teve uma mão muito forte em nos conter e sempre trazer a humanidade, o coração da personagem na frente. A gente se manteve bem mesmo fazendo loucuras, porque as autoras são muito boas de comédia. Tudo tem que ser crível e o público tem que acreditar em tudo o que você está fazendo”. Verão 90 finaliza suas gravações nesta quinta-feira (27), porém o último capítulo só poderá ser visto pelos telespectadores no dia 27 de julho.

*Colaboração André Romano

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade