Raíssa de Malhação, Dora de Assis comemora sucesso na novela: “A vida muda completamente”

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Malhação: Toda Forma de Amar, Dora de Assis está interpretando a disciplinada Raíssa. Estudante do Ensino Médio, a adolescente tem talento para a música, mas enfrenta a negativa da mãe, Carla (Mariana Santos), que sonha em vê-la como juíza federal.

Tímida, a jovem nutre um
sentimento por Camelo (Ronald Sotto), namorado de sua amiga invejosa Nanda
(Gabriella Mustafá). Em entrevista ao Observatório da Televisão, Dora
comentou sobre a trama de sua personagem, que participará de um reality musical
nos próximos capítulos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz falou sobre a repercussão do seu trabalho em Malhação, analisando que o contato com o público acontece mais nas redes sociais do que pelas ruas.

Com uma mãe linha dura na ficção,
Dora de Assis ainda descreveu a relação com os seus pais, os atores Lucília
de Assis
e Alexandre da Costa, que farão uma participação especial na
produção teen da Globo.

Queria muito, seria o meu
sonho. Eles não participam do reality, é outra participação. Mas só de ter eles
aqui, para mim já é muito emocionante
”, afirmou a atriz, lamentando que
não irá contracenar com a dupla. Confira tudo a seguir:

A novela

Como você tem acompanhado a
repercussão de Malhação? Está sendo abordada nas ruas?

Eu não sou abordada na rua. Sigo
a minha vida absolutamente normal, pego metro, faço tudo. Ninguém fala comigo,
até gostaria que falasse, quiser falar comigo… (risos).

Mas na internet esse cenário é
diferente, né? Você recebe muitas mensagens do público?

Aí falam, a gente se comunica.”

Quais mudanças Malhação já
proporcionou na sua vida?

Nossa, tudo! A vida muda
completamente porque você está em contato com o personagem todo dia, desenvolvendo
e contando aquela história. É uma trama aberta, então você não sabe o que vai
acontecer. Eu acho que o mais legal é isso, é ter outra pessoa dentro do seu
corpo que você aciona às vezes. Então, às vezes, eu passo mais tempo de Raíssa
do que de Dora. O que é bom porque ela é uma menina muito maneira. Acho que ela
faz mais bem para o mundo do que eu
.”

Nanda, Camelo e Raíssa (Foto: Globo/Paulo Belote)

A relação de amizade entre a
Raíssa e Nanda está dando o que falar nas redes sociais. Como está sendo essa
parceira com a Gabriella Mustafá?

Que bom, né? Porque eu e Gabi somos muito amigas, gostamos muito de entrar em cena para jogar juntas. Vamos jogando a bola uma para a outra, nos divertimos muitos. É muito bom fazer as cenas com ela.”

O reality Vai no Gás

Raíssa foi selecionada para
participar de um reality de TV, mas a mãe dela, a Carla, é resistente quando o assunto
é a carreira artística. Como você analisa essa preocupação?

Eu entendo a preocupação da mãe também. O nossos país desvaloriza muito a cultura e a educação. Então, para quem vive a mesma realidade da Raíssa, eu entendo a mãe dela de querer que ela não largue os estudos. Porque é um país que está com um sucateamento na educação absurdo, com uma desvalorização da cultura constante. Não temos nenhum meio que nos incentive a consumir arte. Eu acho que temos que consumir sim, temos que buscar o nosso espaço para produzir e continuar assistindo arte.”

Sophia Abrahão, Montenegro (Nelson Freitas), Nanda (Gabriela Mustafá) e Raíssa (Dora de Assis) em Malhação (Divulgação/TV Globo).

Resistência

A Carla deseja que a Raíssa
faça faculdade de Direito para se tornar uma grande juíza. Os seus pais já
tentaram impor o que você deveria escolher para o futuro? Qual profissão você
exerceria se não fosse atriz?

Eu já tive outras profissões. Quando você é artista, eu acho que você é artista na vida, principalmente no nosso onde país onde nem todo mundo pode ser atriz, o que é absurdo. Eu tive muita oportunidade de estudar, os meus pais sempre me incentivaram muito porque eles são atores [Lucília de Assis e Alexandre da Costa]. Mas, ao mesmo tempo, eu senti muita pressão. Quando os meus pais assistem a novela, eu fico nervosa. Fico mais nervosa com o que os meus pais vão achar dos episódios do que o diretor, isso não é normal. Tem uma questão aí! Temos que saber lidar com a crítica e também não querer seguir o que os nossos país esperam da gente. Não somos uma extensão deles, nós somos outras pessoas. Eu tentei muito não ser atriz, na verdade. Eu já fui vendedora de loja, figurinista por muito tempo, já arrumei cadeiras em desfiles. Eu fiz tudo para não ser atriz, mas falei que não ia conseguir, que não tinha emocional para isso. Para os meus pais eu não ia ser atriz e estava tudo certo. Mas eu acho que quando você quer uma coisa, e quando a coisa é sua, ela te chama. Eu nunca achei na minha vida que fosse fazer Malhação. Isso é muito bom, quando você não espera, mas a coisa é sua de alguma forma. Você sabe que não está no lugar errado, na hora errada.”

Raissa (Dora de Assis), Carla (Mariana Santos) e Thiago (Danilo Maia) de Malhação – Toda Forma de Amar (Divulgação/TV Globo)

Parceria com Mariana Santos

Como está sendo a parceria com
a Mariana Santos. Vocês têm uma sintonia bem forte em cena.

A Mariana é minha mãe mesmo!
Quando eu era criança amava o Zorra Total, o meu quadro favorito era o da
Mariana do ‘você fala demaaais, Aderbal’. Aí eu falei que queria ser atriz e
fazer o que ela fazia. Eu era viciada! Quando falaram no teste que a Mariana
seria minha mãe, caso passasse, eu falei: ‘por favor, eu tenho que fazer. Me
bota porque eu sou a filha da Mariana Santos. Não tem outra opção’. Eu sou a
filha que a Mariana não teve, nos amamos muito. Eu amo a Mariana! Sou assim
porque roubei tudo dela. Eu sou uma farsa, uma cópia muito barata da Mariana
Santos (risos).

Pais reais

Seus pais fazem bastante observações
e te orientam para as cenas?

Até demais! Os meus pais se
metem em tudo na minha vida. A minha mãe me buscava em festas de camisola. Eu
estava beijando um garoto e ela me arrancava do beijo, era assim
.”

Então você era uma Nanda na
vida real?

Não! Se eu fosse Nanda na vida estaria muito melhor, estava muito bem. Eu queria ter um terço da confiança que a Nanda tem. Um terço da audácia que ela tem de falar as coisas que pensa, e isso é muito bom. Nós mulheres somos ensinadas de que não podemos nos achar bonitas. Quando alguém elogia e temos que falar: ‘ah, não foi nada’. Qual o problema de falar: ‘me esforcei muito. Estou bonita, me arrumei’?”

Dora de Assis e mãe Lucília (Foto: Reprodução/ Internet)

Relação com Malhação

Você já acompanhava Malhação
antes de entrar para o elenco?

Eu nunca tinha visto, na
verdade. Quando iniciei a fazer testes, comecei a assistir tudo frenético, me
envolvia, chorava com Malhação e assisto todo dia. Eu sofro assistindo, não é fácil
para mim. É muito difícil se ver, não estamos acostumados a se ver de fora
.”

Malhação é o seu primeiro
trabalho na televisão. Qual é a sua definição de sucesso?

Eu acho que o problema é que o
sucesso vem para a gente como uma coisa inalcançável e que tem que ser perfeito.
Você tem que estar com tudo em ordem na vida, quando a vida tem várias nuances.
Eu acho que o sucesso é você se permitir mudanças, mas continuar sendo você.
Continuar se ouvindo, temos que escutar o que o coração fala. Nos vendem uma
noção de sucesso já pronta para consumirmos. Falam que ter sucesso é usar roupa
tal, frequentar lugares tais, beber vinho tal, aí postamos isso e acreditamos: ‘eu
sou sucesso. Olha o que eu estou vestindo, olha o que estou usando, olha onde trabalho’.
E não é por aí! Temos que ser o nosso sucesso, temos que ser o melhor que
conseguimos
.”

O funk

A Raíssa quer trilhar um
caminho como cantora e gosta de funk. Qual a sua relação com esse estilo
musical? Já dançava?

Eu estou tentando, acho que isso é o mais importante. Eu sempre dancei, mas é muito diferente estar dançando funk. Estamos acostumados também de que a sensualidade é uma coisa privada da nossa vida. Uma relação com nós mesmos e com as pessoas que nos relacionamos. Ter isso exposto na TV, essa sensualidade toda e o funk, para mim é uma responsabilidade muito grande de estar vestindo essa camisa. Estamos tentando e na luta.”

Raíssa (Dora de Assis) em Malhação – Toda Forma de Amar (Divulgação/ TV Globo)

No início da Malhação, você
contou que tinha medo da exposição. Como você está lidando com esse fator no momento?

Eu nunca lidei bem com isso. Temos a noção de que artista quer aparecer, e para mim é ao contrário. Eu tenho vontade de desaparecer, acho que é por isso que sou atriz porque eu não sou mais Dora. Não tenho que assumir a responsabilidade de ser quem eu sou, eu viro outra pessoa. Mas não vou mentir, é muito legal poder se ver e sempre melhorando. Porque você vê um episódio e fala que vai fazer diferente e fazer ouras coisas. Esse é um retorno muito bom que a nossa profissão dá, o retorno do público é incrível. O público constrói a trama junto com você. Você sem o público não existe, não adianta nada. Temos que nos conectar com quem está assistindo. E tem uma exigência sim, acho que temos que provocar pensamentos nas pessoas. Não pode só estar fazendo uma coisa para ser engolida goela abaixo.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais