“Quando eu fui convidada eu fiquei sem ar”, revela Fabiana Karla sobre estar em Verão 90

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Madá Duarte é o nome da personagem da atriz Fabiana Karla, em Verão 90. Ela é uma estudiosa das ciências ocultas e do esoterismo. Fez cursos de astrologia e Tarô, consulta mapa astral e joga o I Ching. Ela se apaixona por Álamo e vai morar com ele. Logo depois eles se casam. Em entrevista ao Observatório da Televisão, Fabiana revelou detalhes de como está sendo interpretar a personagem e ainda contou novidades da trama. Confira:

Leia também: Conheça a taróloga Madá, que ficará conhecida no mundo por suas previsões

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conta um pouco mais sobre a sua personagem?

A Madá é desastrada, mas ela vive em busca. Eu acho que a maioria das pessoas que vivem nessa vibe de buscar, entender e estudar, essas pessoas de alguma forma disseram um não. Elas se entenderam, se olharam e de alguma forma sentiram a necessidade dessa busca. Eu acho que a Madá é meio acelerada, então ela acaba buscando isso para acalmar essa alma que vive efervescente. Ela é muito cheia de luz, tem poder, tem uma potência que tinha que ser canalizado para o lugar certo. Acho que agora que as coisas estão no eixo, que ela está na vibração certa. Está começando a vir visões para ela, que nem ela sabia que tinha. Ela ama muito os quatro elementos da natureza, é uma mulher feminina, mas também se preocupa com o conjunto. Ela é ansiosa, mas cuida disso com as terapias.

Visões

Como funciona o método da Madá para ter as visões?

Ela tem intuições. No clipe da novela vai mostrar como é o formato, mas acho que cada vez é de um jeito, porém eu pensei em ficar estática. É uma novela das sete, a gente está falando disso com um frescor, mas são coisas que eu levo muito a sério. Eu estudei, eu tive o maior respeito do mundo. Recebi pessoas para entender um pouco de cada coisa, estou em uma fase muito espiritualizada mesmo. Eu já estava buscando isso e foi um encontro, acho que quando você começa a vibrar numa energia desse tipo, as coisas vão chegando até você na mesma energia. Eu estou estudando mais, tentando me relacionar melhor comigo, com o universo e a natureza, mergulhando dentro de mim para poder viver essa Madá com a maior verdade possível.

Os anos 90

Como é contar os anos 90 na novela?

Eu vou te contar, que quando eu fui convidada eu fiquei sem ar. Só de falar eu quero chorar. Porque esse verão, é o verão que eu via na TV quando eu era criança em recife. Eu já era atriz aos 15 anos e queria curtir esse Rio de Janeiro efervescente. Com essas praias lotadas, essas cores… Eu queria essa enxurrada de roupa que a galera vinha do Rio e trazia para Recife, eu ficava tão feliz e me emocionei muito porque eu queria estar aqui e hoje eu estou aqui vivendo isso que eu via pela TV. Aos 40 anos eu fiz uma festa ploc, onde a Xuxa foi vestida de Xuxa. Andreia Sorvetão, Conrado, o Fofão e a Simony cantaram na minha festa, foi uma coisa que eu não sei te dizer. A trilha dessa novela conta a minha vida e a de muitas pessoas.

Visual

Você mudou alguma coisa no visual?

Sim, mudei. Eu fiz uma tatuagem que eu acho que era importante para mim Fabiana, afinal vai ficar para o resto da vida e marca esse momento. Eu estou meditando e como eu sou muito frenética, já era um encontro que eu estava tendo comigo mesma, antes do personagem vir, eu comecei a fazer isso como terapia. Eu conheci pessoas que jogam tarô, porque eu precisava aprender a jogar tarô. Mas eu morri de rir porque eu sou medrosa e dizia para não me contarem muita coisa. Por mais que eu brinque, que tenha uma leveza, eu tenho o maior respeito do mundo. Porque são pessoas que vivem para isso e tem o maior carinho. A minha alimentação inteira mudou, porque eu acho que tem que ser uma mudança por inteiro. Mas esse cabelo é meu mesmo.

Colegas de elenco

Como está sendo atuar com o Marcos Veras?

O Veras é um presente, porque a gente vem desde Zorra. Quando eu soube que seria com ele, só aumentou a minha alegria. É muito bom porque a gente joga junto, a gente se olha dentro do olho e ele tem uma energia linda. É um amigo querido e acho que isso ajuda muito. Ele é um ator muito versátil, inteligente e a gente é frenético na mesma sintonia.

A Madá acaba fazendo revelações, mas não costuma ver o futuro dela. Porém, tem uma hora que ela vê. Descobre o nome da grife do marido e que o casamento dela está com problemas. Como é fazer essa mulher cheia de nuances?

Eu acho que toda mulher tem o sexto sentido apurado, mas quando ela percebe o negócio da relação dela com o marido, é uma coisa da intuição feminina. No caso da visão, ela vê a grife do marido dela, mas não é para ela, ela vai se beneficiar porque eles são casados.

O que você acha que o público pode esperar?

Eu espero que a galera curta esse verão tão sonhado. Nos meus sonhos mais secretos, eu nunca tinha contado o quanto eu queria fazer uma novela como essa e aqui estou. Acho que a gente ainda tem um marco importante, que é trazer de volta aquela coisa do horário das sete de novo, com novelas que contam o dia a dia, novelas solares.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais