Kamilla Salgado nega ter transado no Power Couple, mas revela: “A galera lá mandava ver”

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após uma semana de serem repescados, Kamilla Salgado e Eliéser Ambrósio foram eliminados do Power Couple Brasil. O casal perdeu a DR para Tay Zatto e Marcelo Braga depois de receber 22,56% dos votos do público para permanecer no programa.

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Kamilla falou sobre sua trajetória dentro da competição, comandada por Gugu Liberato na Record TV. Ela ainda comentou sobre a tensão que sentiu na mansão Power Couple, motivada pela rotina de três provas por semana.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A jornalista também confessou não ter feito sexo no programa, apesar do quarto não ser filmado. No entanto, ela revelou que os demais casais sentiram liberdade para aproveitar um momento mais íntimo. O bate-papo aconteceu durante a festa junina da Ong Florescer da empresária Nádia Bacchi, mãe da atriz Karina Bacchi, neste sábado (29).

Confira a seguir na íntegra:

Como foi participar do Power Couple Brasil?

Uma
loucura! É muita tensão, muito diferente de todos os realities que já
participamos porque mexe com o casal. Quando você está individualmente [em um
reality] é problema seu se estiver dormindo ou na piscina. Agora, quando é com
casal, você tem que ficar o tempo todo ligado no outro, cuidando, participando,
sabendo o que o outro está fazendo. É uma dupla
.”

É fácil “comprar” as brigas do parceiro dentro do jogo?

Com certeza! Nós dois temos muita personalidade. A gente não veio para aguentar calado e fazer média. A gente veio para fazer tudo o que pensamos, tanto que fomos bem expressivos. Voltamos pelo público na repescagem no programa. Só que, infelizmente, caímos em duas provas muito complicadas e fomos para a DR de novo, e saímos.”

Kamilla Salgado na festa junina da Ong Florescer (Foto: Leo Franco/ Agnews)

Convívio com famosos

Conviver com pessoas já conhecidas no meio artístico facilitou ou dificultou seu convívio no Power Couple? No Big Brother todos os participantes são anônimos.

São pessoas conhecidas entre
aspas, porque por mais que você conheça na mídia, você não conhece no convívio
como elas são realmente. Então acaba sendo a mesma coisa. Você vai conviver com
casais totalmente diferentes e que não tínhamos amizade aqui fora. Lógico, já
tínhamos feito eventos com alguns, mas amizade mesmo não tinha. Foi tudo novo
de novo para a gente. Foi outra aventura, outra experiência. Uma experiência
mais tensa, porque no outro [BBB] não tinha tantas provas. Nesse, por semana,
são três provas. Fora as dinâmicas que o jogo tem. Então você fica tenso o
tempo inteiro. Você só sabe se vai, ou não, para a DR na última prova. Então é
um jogo muito intenso, mexe muito com o casal.  O casal tem que ter muita sintonia para poder
continuar e levar numa boa. Não pode ficar muito estressado, tem que levar na
esportiva
.”

A maldição da separação

Alguns casais das antigas temporadas do programa acabaram se separando. Você e o Eliéser ficaram mais unidos após o Power Couple?

É uma convivência muito difícil. Lá, você não mexe só com os seus medos, mas com os do seu parceiro também. Às vezes você e seu parceiro fala alguma coisa, e tem que responder como casal. Aqui fora, nos conhecemos muito mais, tanto nas derrotas quanto nas vitórias. É aí que você conhece mesmo o seu parceiro, tipo: o que ele é capaz de aguentar, o que ele não é capaz. Você acha que conhece aqui fora, mas lá dentro conhece muito mais. Se o casal tiver sintonia, consegue trazer isso também para a sua vida. Você consegue amadurecer dentro do jogo. Não só dentro do jogo como personagem, mas como casal verdadeiro.

Torcida

Para quem você está torcendo? E quem você gostaria que não ganhasse de jeito nenhum?

Eu estou torcendo para a
Nicole, ficamos muito amigas dentro do jogo. Minha torcida é dela e do Bimbi,
que são maravilhosos como pessoa. Como casal estão superfortes no jogo. Quem eu
não quero que ganhe de jeito nenhum é muito difícil. Eu não saí com raiva de
ninguém do programa, nem com rancor.

Do que você se arrepende de ter feito no programa?

Eu fiquei muito ansiosa nas provas, isso me atrapalhou um pouco. Eu acabei refletindo muito sobre isso. Às vezes, aqui fora, você acaba sendo ansiosa e nem percebe. Lá dentro, nas provas, eu vi que estava nervosa e ansiosa. Se eu tivesse levado com um pouco mais de leveza, talvez, seria um pouco melhor para mim. Não tão nervosa, eu me concentrasse mais e conseguisse algumas provas que não consegui.

Vantagem com a repescagem

Parte do público opinou que você e o Eliéser tiveram vantagem ao voltarem na repescagem. Você achou isso? O período fora do programa serviu para observar o jogo melhor?

Existe vantagem, mas também existe mais desvantagem. Passamos duas semanas afastados do jogo, são seis provas, os grupos já estavam formados dentro da casa. Não tinha nada que pudéssemos mudar. A informação de cada um dentro da casa já sabíamos. Então não fez muita diferença que fosse fazer a gente ter alguma vantagem no jogo.

Vocês mudaram a postura com algum casal após o retorno?

Não fomos falsos com os nossos amigos, nem falso com as pessoas que não tínhamos tanta afinidade. Lógico, tentamos reunir mais os dois grupos. Mas vimos que estava muito difícil de reunir. Então ficamos na nossa, jogando. Ficamos seis provas sem participar, então ficamos tentando entrar no ritmo em que os outros participavam já estavam.

Momento íntimo

Como foi ter a intimidade do casal sendo filmada 24 horas por dia?

Nos
conhecemos dentro de um reality show e já éramos um casal. De certa forma, tínhamos
todo um cuidado de não ter uma exposição. Até porque não é a proposta desse reality
show
.”

O quarto do casal não é filmado no Power Couple. Sendo assim, dá para rolar um momento mais íntimo?

Namorar sim, mas fazer sexo
não conseguimos. No momento em que estávamos no quarto, era o momento que tínhamos
para conversar sobre o jogo. Eu e ele ficamos muito tensos e, muito tensos, não
funcionamos. Logico, tem um chamego, um cheiro, uma coxadazinha.

Tinha como comentar sobre sexo com os demais casais?

Ah, a galera lá mandava ver. Muitos casais lá faziam. Cada casal é cada casal.”

*Com informações de Leandro Lima

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio