Publicidade

Ivan Vellame explica fumo em excesso em Nada Será Como Antes: “Colocar uma novela no ar não era fácil”

Publicidade

Atualmente no elenco da série Nada Será Como Antes, da TV Globo, na pele do produtor Cajá, o ator Ivan Vellame se prepara para mais um desafio na carreira e fala ao Observatório da Televisão sobre um hábito comum entre os produtores de TV da década de 60, ano em que se passa a atração: Fumar.

Cajá está o tempo inteiro em cena resolvendo pepinos e realizando tarefas dadas por Saulo (Murílo Benício) ou Aristides (Bruno Garcia). “Ele fuma muito porque está sempre tentando aliviar a pressão do trabalho. Aliás, naquela época, colocar uma novela, ao vivo, no ar não era fácil, por isso, fumar no trabalho e em locais pequenos era muito comum. Na vida real, eu não fumo e foi difícil me acostumar com o cigarro”, relata.

Entre os últimos trabalhos de Ivan na TV, estão duas temporadas de Malhação (2015 e 2016) e novelas como Sangue Bom (Globo) e Pecado Mortal e Os Dez Mandamentos, ambas na Record.

Continua depois da publicidade

Ivan está em cartaz com o musical Garota de Ipanema, O Amor É Bossa, no Teatro Riachuelo, no Rio, e irá rodar o piloto de uma série chamada “Sociedade PSI”, que fala sobre um grupo de amigos que descobre uma rede social de psicopatas onde, depois de adicionados, não podem mais sair com vida. A trama conta também com o ator Guilherme Leicam na direção.

Em Sociedade PSI, Ivan interpreta Adriano, um homem que perdeu os pais ainda muito novo e cresceu sem o suporte de uma família. “Além de ter ficado órfão muito cedo, ele está rodeado por um universo de tortura, assassinato e suicídio. É difícil entrar em contato com essa realidade, mas, apesar disso, a gente tem tido muita leveza e diversão”, conta Ivan que também elogia a direção de Guilherme: “Ele conduz tudo de uma forma que nos deixa tranquilos e seguros. Há muito diálogo e escuta para as nossas propostas”, conclui o ator.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade