“É o programa mais necessário da TV”, diz Eduardo Sterblitch sobre o Amor & Sexo

Publicado há 2 anos
Por Leandro Lel Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A carreira do ator Eduardo Sterblitch pode ser marcada como um antes e um depois do programa Pânico, exibido pela Rede TV! e Band entre 2008 e 2015. Ao sair da atração, o artista ganhou oportunidades de mostrar o seu talento em emissoras do Grupo Globo.

Na Globo fez uma participação no extinto Casseta & Planeta, Tá no Ar, PopStar, Humoristinhas, Multishow, e com maior destaque no Amor & Sexo de Fernanda Lima, que chega à sua décima temporada exibido nas noites de terça.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Eduardo falou sobre a produção, que sofre para manter o sucesso das temporadas anteriores por conta da onda conservadora que tomou conta do Brasil: “É o programa mais necessário da TV hoje”.

Veja também: Eduardo Sterblitch exibe nu frontal em nova temporada do “Amor e Sexo”: “Fiz ‘pintocóptero’ na cara do Juliano Cazarré”

Confira o bate-papo com o artista que no próximo dia oito de novembro estreia nos cinemas a cinebiografia de um dos maiores apresentadores da TV Brasileira, Chacrinha – O Velho Guerreiro.

Veja também: Tatá Werneck e Eduardo Sterblitch vão estrelar nova série da Globo

Como define a sua participação no programa e o quanto ele agrega ao debate?

Ali é um colégio, uma escola de cidadania. Você vê o outro como protagonista. É um programa que desmitifica o nosso ego. Não é mais um homem hetero, branco como protagonista.

Ali todo mundo é protagonista, todo mundo é feliz. É a mulher, é o homem, o negro. O programa é um workshop de como ser feliz. Você pode ser o que quiser.

É o programa mais necessário da TV hoje.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio