Camila Queiroz defende sua personagem em Verão 90: “Tem suas maldades, mas que talvez nem sejam maldades”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sem tempo para ter tido uma lua de mel, logo após ter se casado com o ator Klebber Toledo, Camila Queiroz está no elenco de Verão 90, próxima novela das sete da TV Globo. Ela será Vanessa Dias, uma mulher que faz de tudo para se dar bem. Vive frequentando as altas rodas, mas no começo da trama se aproveitará da boa vontade de sua amiga Larissa e irá morar no apartamento dela. Em entrevista ao Observatório da Televisão, a atriz falou sobre sua personagem e o que sabe sobre uma possível Verdades Secretas 2. Confira:

Leia também: Verão 90: Conheça Vanessa, a perua apaixonada por Jerônimo e que fará o rapaz pagar por seus pecados

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos conte sobre a Vanessa, sua personagem?

“A Vanessa é a vigarista da história, ela é muito divertida. Eu estou adorando fazer, porque é uma coisa que eu nunca tinha experimentado, talvez um lugar até mais maduro dentro de mim. Porque a Vanessa tem suas maldades, mas que talvez nem sejam maldades. Eu não sei nem como explicar isso. Ela não faz para prejudicar o próximo, ela sempre faz para se dar bem. Eu acho que essa é a diferença da vilã e da vigarista, ela é vigarista. Eu quero tirar esse rótulo de vilã e mocinha. Não tem mais isso, acho que todo mundo hoje em dia é bom e ruim em algum momento. Eu estou me divertindo e aproveitando o texto que é muito rico de informações, eu estou gostando.”

Figurino

Como é o figurino da Vanessa?

“O figurino dela é bem próximo ao tempo de hoje, porque tem voltado muitas coisas. A moda dos anos 90 está muito presente de novo no nosso guarda roupa. Da turma toda, a Vanessa é a que menos usa o figurino colorido, a paleta de cor dela é preto e branco. No máximo ela tem uma jaqueta de paetê, mas ela está sempre mais com as cores mais discretas, porém com figurinos bem ousados.”

Qual a sua memória dos anos 90?

“A minha infância toda, Xuxa, Sandy & Júnior, É o Tchan.”

Você dançava na boquinha da garrafa?

“Sempre. Rouge já é mais 2000. Mas, É o Tchan, Sandy & Júnior, Xuxa e Chiquititas, tudo foi da minha época. Assisti muito a TV Globinho, os desenhos antes de ir para a escola. Os anos 90 que eu vivi no interior de São Paulo, é muito diferente dos anos 90 do Rio de Janeiro, que fervia, era quente. As pessoas eram mais livres e julgavam menos, não viviam de aparências e de redes sociais. A gente sempre está tentando voltar para esse lugar, mas parece que está cada vez mais difícil, a gente tem cada vez se envolvido mais com internet, com rede social e aquele mundo que não é real.”

Recepção do público

Você está com medo da personagem ser odiada pelo público?

“Eu acho que em algum momento ela vai, mas isso é óbvio e vocês vão entender o porquê, mas não tenho nem um pouco de medo. Com a Angel (Verdades Secretas) eu vivi as duas vertentes, eu consegui sentir um pouco do ódio das pessoas porque a mãe dela se matou e aí culparam a filha. Mas eu estou muito deixando acontecer, porém ansiosa para ter a resposta do público.”

Como está sendo trabalhar com o Klebber? Vocês vão se encontrar na trama?

“Até agora não, a gente já leu mais de 50 capítulos e nada. Mas é ótimo, férias juntas, está ótimo. Tem dia que acaba batendo o horário de chegada ou saída, aí a gente acaba chegando ou indo embora juntos. A gente está em uma equipe que já conhecemos, a mesma equipe que trabalhamos quando nos conhecemos, a gente se sente em casa e é uma delícia.”

Casamento e Verdades Secretas 2

Vocês não tiveram tempo para a lua de mel, certo?

“Não, porque a gente casou no dia 25 e no dia 30 eu já estava me preparando para a novela.”

E a história de Verdades Secretas ter uma continuação?

“Eu acho que essa é a pergunta que eu mais recebo todos os dias. Mas se tiver é para o ano que vem ou depois, mas em 2019 é impossível, porque o Walcyr está para estrear uma novela das 21h, então até acabar e ele tirar as férias dele. Mas tudo o que a gente sabe, é o que vocês sabem, o que está na internet. Ninguém falou nada sobre isso com a gente até agora. É uma pena não ter nenhuma informação, porque todo mundo me cobra e eu adoraria poder responder e dizer que realmente vai ter.”

Como está sendo essa parceria com o Jesuíta e o Gabriel Godoy?

“Maravilhosa, a gente está se divertindo muito. A gente brinca porque tem o trio Patotinha e a gente diz que somos o trio Patetinha. É muito engraçado, as cenas dos três sempre são divertidas. Está sendo uma experiência muito nova e muito gostosa. Tem o amor dela pelo Jerônimo, mas não é correspondido.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais