Autores falam sobre retorno de Totalmente Demais

Paulo Halm e Rosane Svartman demonstram preocupação com o momento do país

Publicado há 6 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A novela Totalmente Demais está de volta na Globo, como uma reprise do horário das sete. A trama foi escolhida pela emissora para ocupar o lugar e Salve-se Quem Puder, enquanto o país enfrenta a crise sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus. A notícia causou alento na autora Rosane Svartaman, apesar do momento crítico.

Em entrevista, ela e o outro escritor Paulo Halm falaram sobre a novidade. Ambos lembrar como é a história da novela. Confira. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Qual o sentimento de ver ‘Totalmente Demais’ novamente no ar?

Rosane Svartman – Foi uma surpresa. Estamos todos assustados com essa pandemia e com o ineditismo das novas práticas. Fico com o coração na mão ao me colocar no lugar do Daniel Ortiz, sua equipe, enfim, todos que participam de ‘Salve-se Quem Puder’, uma novela que vem arrebentando. Mas claro, em meio a tudo isso, vai ser um alento reencontrar com Eliza, Jonatas, Arthur, Carol… já estava com saudades. 

Paulo Halm – Realmente este não é o melhor contexto para voltarmos ao convívio dos nossos queridos personagens, mas acredito que uma novela leve, divertida, esperançosa e principalmente com uma mensagem forte de superação como ‘Totalmente Demais’ poderá ajudar as pessoas a suportar esses tempos ásperos e desalentadores. 
 

O que o público poderá conferir?

Rosane Svartman – ‘Totalmente Demais’ é uma novela que fala, dentre outros temas, de se reinventar, superando o próprio medo, encarando de frente o preconceito, as dificuldades. Creio que é um tema que também interessa hoje.

Paulo Halm – ‘Totalmente Demais’ é uma fábula moderna sobre desafios, superação e solidariedade. Acho que não podia ser mais atual e urgente.

Quais as lembranças esse trabalho traz para vocês?      

Rosane Svartman – Criar um universo é sempre um desafio e ‘Totalmente Demais’ contou com uma equipe e tanto e um elenco inspirador. Foi um grande prazer trabalhar meses a fio, incansavelmente, com essa turma.  

Paulo Halm – Parafraseando Roberto Carlos, “são tantas emoções…”. Acho que vamos redescobrir, junto com o público, a novela que escrevemos com tanta paixão e alegria e que, como falou a Rosane, foi uma criação de tantos profissionais, artistas, técnicos, que envolveu muito trabalho, talento e, principalmente, afeto. Um afeto que nascia no texto, amadurecia no set de gravação e se espalhava e multiplicava nas múltiplas telas em que a novela era assistida. Minha esperança, por mais pretensiosa que possa ser, é que essa injeção de afeto ajude a vencer esse vírus. 

Certamente vocês  vão acompanhar no ar. Ao rever existe a vontade de mudar algo ou pensar que poderia ter dado um desfecho diferente para alguma trama ou personagem?

Rosane Svartman – Provavelmente sim. Mas a gente vai ter que se segurar. Dessa vez é obra fechada. Nós seremos espectadores.  

Paulo Halm – Uma novela é uma obra aberta que vai sendo reinventada diariamente, repensada, reformulada, a medida em que os capítulos vão sendo exibidos. Muitas decisões que tomamos, à época, talvez fossem diferentes, hoje. Mas trata-se de uma reprise e, como tal, assistiremos com um olhar nostálgico e carinhoso, sem tanta cobrança nem ansiedade. Vai ser gostoso rever ‘Totalmente Demais’, tenho certeza. Pra gente e pro público, também. 
 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais