Antonio Calloni comenta morte de Júlio em Éramos Seis: “Vou sentir saudades deste trabalho”

Publicado há um ano
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Antonio Calloni, de 46 anos, tem colhido as glórias do seu personagem em Éramos Seis, atual cartaz das 18 horas na TV Globo. Júlio, marido de Lola, interpretada por Glória Pires, é um homem apaixonado pela família, principalmente pela mulher, porém, com os filhos a conduta é diferente. Enérgico e autoritário, Júlio tem em mente a ambição de um dia ser rico como o chefe.

O personagem, como é de conhecimento público, morre em determinado momento da história. Em entrevista ao Observatório da Televisão, Calloni fala das emoções da nova roupagem de Éramos Seis e comenta sobre o destino final do emblemático personagem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não tenho ansiedade [em relação a cena da morte de Júlio], tenho uma equipe bacana, um diretor legal. Só vou sentir saudade do trabalho, o clima de gravação é muito bom, todo mundo se entende, é muito gostoso de vir trabalhar, tem ansiedade de despedida do trabalho. Só!”, contou ele.

Questionado se chegou assistir alguma das versões, o ator explica que não viu, mas que sabe da importância e representatividade da história para a teledramaturgia brasileira. “Soube que grandes atores fizeram, o Gianfrancesco Guarnieri (falecido em 2006) e o Othon Bastos (Padre Venâncio na atual obra). Mesmo sem eu ter visto, é um estimulo grande saber que estes atores fizeram este clássico. Espero que daqui uns 10 anos esta novela seja refeita e eu eu possa fazer uma participação“, disse ele, animado com o sucesso de mais esta versão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais