Anitta fala de novo programa no Multishow: “Nossa intenção é brincar e se divertir”

Publicado há 3 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Anitta fala sobre seu novo programa no Multishow, o Anitta Entrou no Grupo, que terá quatro episódios na primeira temporada e estreia com as participações de Marília Mendonça e Nego do Borel.

BBB18: Anitta declara apoio a Família Lima

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como tudo começou?

“Eu mandei alguns áudios para a galera do Multishow e eles foram curtindo as ideias que eu fui mandando, aí a gente se reuniu pessoalmente para eu explicar. A principal ideia era fazer um artista cantar a música do outro, nunca sua própria música. Eles (Multishow) amaram essa ideia de misturar humor e música e foi no final de tudo que a gente escolheu o nome do programa, que chama ‘Anitta Entrou no Grupo’ porque tem um grupo no WhatsApp e um grupo no Facebook, então os fãs podem escolher, ao vivo, as músicas que os cantores vão cantar.”

BBB18: Após ignorar show de Anitta, Viegas volta a falar da cantora, “Quadril descolado do corpo”

São quatro episódios, esse número é por causa da sua agenda?

“Existe a possibilidade de fazer segunda temporada, mas a princípio a gente pensou em quatro episódios porque é um programa completamente novo, então a gente vai experimentar tudo, ver a reação do público. E também tem a questão da minha agenda, eu saí do ‘Música Boa Ao Vivo’ por causa disso. Então, para não ficar naquela preocupação tão grande com compromissos, a gente fez uma coisa menor. No ano que vem a gente vê os resultados, vê se a galera gostou. Agora é um experimento, a galera pode não curtir.”

As ideias foram todas suas?

“Sim, as ideias foram todas minhas e aí eu chamei o Vitor Saulo para escrever e organizar para mim. Eu dou ideia, mas não tenho tempo de anotar coisa por coisa (risos). Eu tenho vários shows, muita coisa para fazer. O Nego (do Borel) e a Marília (Mendonça) foram os primeiros a topar. Eu fiquei muito feliz porque é uma coisa nova, ninguém sabe como vai ser e eles toparam de cara. Tem que ser muito corajoso para topar cantar a música de outro artista, o estilo de outro artista. O Nego só vai cantar Marília e eu. E eu só vou cantar Marília e Nego. Então, assim, eles não vão cantar suas próprias músicas. Essa é a grande diferença do programa.”

Você tem receio de ser comparada com outros artistas, como a Tatá Werneck?

“Não porque eu sou super fã da Tatá. Se eu for comparada com ela, é mais legal ainda. É óbvio que ela é uma referência no humor e é uma pessoa maravilhosa do Brasil. No meu programa, eu acho que tem essa coisa de misturar a música também, por isso dá um diferencial. As brincadeiras são todas personalizadas, cada programa é personalizado para o artista que vem. Tipo, hoje a gente tem coisas especiais para o Nego e para a Marília… Cada semana tem um assistente de palco diferente, essa semana é a Jojo (Toddynho), aí depois tem David Brazil, Gominho, Tirulipa. A gente já está fechando com a Karol Conka e, se tudo der certo, a gente vai ver Maiara e Maraísa cantando hip hop e Karol Conka cantando sertanejo! As únicas coisas que são certas em todo programa, é que os artistas sempre vão cantar músicas dos outros convidados e de um ídolo. O público de casa vai interagindo e mudando algumas coisas. Essa é a grande brincadeira do programa.”

Já tem artista te procurando, dizendo que quer participar?

“Muita gente ainda não sabia do programa porque é uma coisa muito nova, então os que toparam mesmo são amigos pessoais, muito gente fina, que mesmo sem saber o formato do programa vieram ajudar. Vai ter Psirico, Harmonia do Samba, Belo… todos meus amigos. Eu ainda não tenho certeza de alguns, mas a princípio são esses. Só a galera incrível, de peso, que topou me ajudar por ser parceiro. A cada programa teremos uma música inédita feita especialmente para o programa… Estou muito feliz.”

Quais são suas referências de game show? Você se inspirou em algo para criar as brincadeiras?

“Cara, em nada, eu simplesmente tive na minha cabeça essa ideia de ter a troca. Eu, como telespectadora, sempre quis ver os artistas cantando outros estilos, sabe? E se a Marília (Mendonça) cantasse as minhas músicas? Isso era uma coisa que ficava no meu inconsciente e eu quis trazer para um programa. Eu gosto muito de humor, de me divertir, e eu acho que o Brasil está precisando rir um pouco no momento. Eu, que sempre gostei, acabei chamando o Vitor, que é meu amigão… Eu tenho vários amigos na área do humor, acho que vai ficar divertida essa junção.”

Você já passeou por vários gêneros musicais. Qual foi o mais desafiador para você?

“O mais desafiador foi com Andrea Bocelli, o canto lírico. Eu fiquei estudando um tempão com a minha fonoaudióloga.”

Você pensa em lançar um disco?

“Eu estou pensando, mas no momento estou muito de single, né? Eu fico esperando muito a resposta. Antes, eu tinha muito essa sede de fazer tudo. Hoje em dia eu estou muito mais tranquila. Eu fiz o meu clipe na minha festa de aniversário para curtir e eu fiquei super feliz, me diverti pra caramba. Teve até um problema na internet, mas eu nem estava ligando porque o intuito foi realmente me divertir. Esse ano estou muito nessa de fazer as coisas para me sentir bem, gostar, me divertir. Não estou muito preocupada em atingir algo… Dia 13 de abril a gente lança ‘Romance com Safadeza’, com o (Wesley) Safadão. Em Londres, a gente já fechou, vai ser um circuito ali com o Rock in Rio Lisboa. E já surgiram vários convites para shows em Paris… a gente está pensando em um circuito e eu estou muito feliz porque estamos com uma demanda muito boa, que está dando até para escolher o que a gente faz e o que não faz.”

Como vai ser a participação da Jojo?

“Ela vai ser assistente de palco e não tem um roteiro, eu contei com a sorte mesmo (risos). A gente está rezando porque é ao vivo e é com a Jojo, né? (risos). Ela terá o microfone na mão e a liberdade para fazer o que quiser. A gente até fez um piloto com a Lexa e com a Claudia (Leitte) e nem vimos o tempo passar. Eu falei para a galera que a nossa intenção era essa, brincar e se divertir.”

MARÍLIA MENDONÇA

Como é, para você, cantar a música de outro artista ou banda?

“Cara, banda é tipo um quarto, um guarda-roupa, é quem você confia, é quem você olha para trás e se você errar ela te acompanha. É totalmente diferente. É o tom da outra pessoa e se você errar a letra vai ficar assim mesmo. Eu queria falar outro ponto que é muito legal, que tem que ser um programa de amigos porque não existe divulgação. Pelo que eu entendi, tem outro sentido totalmente diferente do que os artistas fazem e do que a gente está acostumado a fazer na TV, que é divulgar trabalho, divulgar música. Aqui a gente vem para brincar e se divertir mesmo.”

Além das músicas, você aprendeu alguma coreografia da Anitta?

“Sim, é claro que eu vou dançar, mas não igual a ela (risos).”

Você escuta as músicas da Anitta, canta no banheiro?

“Demais. Eu canto Anitta e nem preciso ler a letra.”

NEGO DO BOREL

O que você achou do programa?

“Eu confesso que, de ontem para hoje, eu fiquei muito nervoso, quase não dormi. Quando a Larissa (Anitta) me fez o convite, ela disse que ia fazer um programa no Multishow e que eu estaria na estreia. Eu falei ‘beleza’, mas pensei que era o ‘Música Boa’. De duas semanas para cá, o Vitor Saulo falou comigo e explicou que eu ia cantar músicas da Marília Mendonça. Como é que eu vou cantar músicas da Marília Mendonça??? Não tem como não escutar a Marília porque ela é um sucesso nacional máximo, mas nos meus relacionamentos eu sou muito apegado e as músicas dela me fazem chorar. Como eu vou cantar sem chorar??? Eu não estou acostumado!!! Fiquei treinando, treinando, agora vamos ver o que vai dar (risos).”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio